Experiências cotidianas de um deficiente visual licenciando em Ciências e sua realidade inclusiva

Resumo

O processo de inclusão escolar e social ainda é uma das grandes dificuldades enfrentadas por pessoas com necessidades educacionais especiais (NEE). Nas universidades federais brasileiras, o ingresso de pessoas com deficiência é possível a partir de um conjunto de medidas, previstas em legislação, que asseguram não só o acesso, mas também condições plenas de participação e aprendizagem a todos os estudantes. O objetivo do presente trabalho foi conhecer as reais condições de inclusão de um aluno com deficiência visual de um curso de ensino superior de uma universidade federal, verificando se o acadêmico enfrentou barreiras de acessibilidade e identificando os fatores que garantiram a permanência do aluno no curso. Para tal, empregou-se a metodologia de aplicação de questionário aberto e abordagem qualitativa, no qual foram considerados seis tipos de acessibilidades: acessibilidade atitudinal, arquitetônica, comunicacional, instrumental, metodológica e programática. O procedimento utilizado foi a realização de uma entrevista semiestruturada, seguida de análise dos conteúdos coletados. Os resultados mostraram que é necessário investimento na formação de professores e planejamento em ações de conscientização sobre educação inclusiva junto à comunidade acadêmica, de maneira que sejam criadas condições de permanência para que os alunos com NEE concluam com êxito a sua graduação.

Biografia do Autor

Jorgea Tânia Amazonas Barros, Universidad Federal do Amazonas

Licenciada em Ciências: Química e Biologia no Instituto de Ciências Exatas de Itacoatiara da Universidade Federal do Amazonas.

Fabricio Valentim da Silva, Universidade Federal do Amazonas

Graduação em Pedagogia pela Universidade Federal de Viçosa (2004) e Mestrado em Educação pela Universidade Federal de Uberlândia (2007), Doutor em Educação - Université de Montréal (2019), Professor Adjunto no Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia da Universidade Federal do Amazonas (ICET/UFAM) , atuando principalmente nas questões de História da Educação, Educação e Cidadania, Análise de conteúdo qualitativa de livros didáticos, Educação de Jovens e Adultos e Educação Patrimonial.

Salomão Amazonas Barros, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas: Itacoatiara, Amazonas, BR

Professor EBTT do IFAM Itacoatiara-AM

Publicado
2021-01-04
Como Citar
Tânia Amazonas Barros, J., Valentim da Silva, F., & Amazonas Barros, S. (2021). Experiências cotidianas de um deficiente visual licenciando em Ciências e sua realidade inclusiva. Revista Amazônida: Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Educação Da Universidade Federal Do Amazonas, 5(1), 01-17. https://doi.org/10.29280/rappge.v5i1.8006