O pífano nordestino como instrumento de musicalização no ensino fundamental

Resumo

O trabalho proposto tem como objetivo relatar a experiência pedagógico-musical na oficina de pífano para crianças de 9 a 12 anos na disciplina do Projeto Práticas Musicais Comunitárias do SESC Casa Amarela em parceira com a Escola Municipal Severina Lira, onde foram realizadas atividades de apreciação, percepção musical e execução instrumental. A fundamentação teórica foi baseada na pedagogia musical (FONTERRADA, 2008; MATEIRO e ILARI, 2011), no pífano como instrumento musicalizador, performático (CUERVO, 2009) e no ensino coletivo de instrumentos (BARBOSA, 1997) e nas avaliações em sala (PERRENOUD, 1999).

Biografia do Autor

Leonardo Araujo da Silva, UFRN

Leonardo Araujo é flautista e compositor pernambucano. Mestrando Processos e Dimensões da Produção Artística no programa de pós graduação em música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN, com bolsa CAPES. Tem experiência na área de artes com ênfase em instrumentação musical, atuando principalmente nos seguintes temas: música instrumental (flauta-transversal e pífano), espetáculo, música regional, concerto-didático e conjunto de música popular brasileira.

Publicado
2021-02-21