Sertão Antinuclear: ações coletivas e confronto político em torno da instalação da Central Nuclear do Nordeste em Pernambuco

  • Whodson Silva PPGAn/UFMG - PNCSA

Resumo

O presente trabalho busca problematizar o campo sociopolítico em que se dá a instalação da Central Nuclear do Nordeste em Itacuruba, Sertão de Pernambuco – Brasil. A projeção de uma central nuclear no Nordeste brasileiro não é um fato isolado e localizado, pelo contrário, envolve uma série de elementos, atores, instituições e conflitos que permeiam diferentes níveis e contextos de poder, do local ao global. Em resposta ao projeto do Estado Brasileiro, uma série de ações políticas encabeçadas pela Articulação Sertão Antinuclear vem expressando os motivos pelos quais um empreendimento dessa natureza não possibilitaria reais benefícios para a região. Tais enfrentamentos configuram, em nossa análise, um repertório de ações coletivas e confrontos políticos na região do Sertão pernambucano. O trabalho segue na direção de problematizar um contexto social em que é possível visualizar o acirramento de políticas governamentais que impulsionam a implantação de grandes projetos e impactam o meio ambiente em escalas sem precedentes.

Publicado
2021-02-21