A Importância da Disciplina de Geografia para a Educação Escolar Indígena

  • Fernanda Cavalcante Gama UFAM
  • Marilin Pereira de Souza e Souza UEA
  • Michelle Carneiro Serrão UFAM
Palavras-chave: Geografia, Educação Escolar Indígena, RCNEI

Resumo

Este trabalho de estudo tem por finalidade analisar a importância e a contribuição do ensino de
Geografia na vida e formação escolar da criança indígena, tendo como objetivo geral: analisar a
importância da disciplina de geografia com base no RCNEI Indígena para a educação escolar das
crianças indígenas, e específicos: Compreender de que maneira o ensino de geografia atua como
propulsor do desenvolvimento escolar indígena; identificar como a geografia na educação escolar
indígena atua como instrumento de resistência na luta pela preservação de suas culturas; Discutir
a geografia curricular como contribuição para a geografia indígena. O trabalho desenvolvido tem
por metodologia a natureza bibliográfica e documental, buscando a compreensão firmada nos
documentos que orientam as ações que devem ser vivenciadas no âmbito escolar ao se tratar do
ensino de geografia.

Referências

Biesdorf, R. K. & Wandscheer M. F. (2011). Arte, uma necessidade humana: função social e

educativa. Revista eletrônica do curso de pedagogia do Campus Javaí – UFG, v. 2, n. 11.

República Federativa do Brasil. (1998). Base Nacional Comum Curricular para a Educação

Indígena. Versão Preliminar. Brasília: MEC, 2017___Referencial curricular nacional para

as escolas indígenas/ Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação

Fundamental. – Brasília: MEC/SEF.

República Federativa do Brasil. (1997). Parâmetros curriculares nacionais: história, geografia /

Secretaria de Educação Fundamental. – Brasília: MEC/SEF.

Copatti, C. (2013). Avanços na educação escolar indígena e a contribuição da geografia na

construção de uma educação diferenciada. XI Congresso Nacional de Educação, Pontifícia

Universidade Católica do Paraná – Curitiba. Recuperado em 24 de jul. de 2019, de

https://educere.bruc.com.br/CD2013/pdf/8557_4485.pdf.

Fontes, T. F. (2016). Por uma Geografia Indígena: uma análise do Ensino de Geografianas

Licenciaturas Indígenas Interculturais da Universidade Federal do Amazonas. Dissertação

de Mestrado, Universidade Federal do Amazonas, Manaus, AM, Brasil. Recuperado em 09

de dez. 2019 de https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/5244.

Freitas. I. (2010). A experiência indígena no ensino de história. (org): Oliveira. M.M.D. História:

ensino fundamental. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica,

Lakatos. E. M & Marconi. M. A. (2003). Fundamentos da metodologia científica (5a ed) São

Paulo: Atlas.

Luria, A. R. (1991). Curso de psicologia geral. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira.

Magalhães, G. B. & Neto, F. O. L. (2013). A geografia e a educação indígena: uma análise dos

documentos normativos. Revista Brasileira de Educação Geográfica, 5 (3), 82-97.

Recuperado em 09 de dez. de 2019, de

http://www.revistaedugeo.com.br/ojs/index.php/revistaedugeo/article/view/73.

Prefeitura Municipal de Manaus. (2017). Diretrizes Pedagógicas da Educação Escolar Indígena do

Munícipio de Manaus: SEMED. Recuperado em 06 de dez. de 2019, de

http://semed.manaus.am.gov.br/wp-content/uploads/2019/07/Diretrizes-da-E-EInd%C3%ADgena-do-Munc%C3%ADpio-de-Manaus-aprovada-pelo-conselho.pdf

Marx, K. (2001). O Capital: Crítica da Economia Política. (8a ed). Rio de Janeiro: Civilização

Brasileira.

Minayo, M.C.S. (1994). Pesquisa social: teoria, método e criatividade (21a ed). Petrópolis, RJ:

Vozes.

Saviani, D. (1997). Pedagogia Histórico‐Crítica: primeiras aproximações (6a Ed). Coleção

Polemicas do Nosso Tempo. Campinas: Editora Autores Associados.

Silva. R.H.D. (2011). Afinal, quem educa os educadores indígenas?. (Org) Gomes. N. & Silva. P.

B. G. Experiências étnico-culturais para a formação de professores (3a Ed). Belo Horizonte:

Autêntica.

Publicado
2020-02-20