AS PROPOSTAS CONSTITUCIONAIS PARA A EDUCAÇÃO BRASILEIRA (1891-1946)

  • Francisco Rairan dos Santos Vilanova Universidade Estadual do Piauí - UESPI
  • Any Elle Varanda Spíndola UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ
  • Joseanne Zingleara Soares Marinho UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Resumo

Este artigo tem o objetivo de analisar historicamente a educação brasileira desde a Proclamação da República até meados do século XX, a partir da legislação constitucional federal. A relevância da discussão decorre da complexa problemática verificada como realidade no país. A metodologia escolhida é a análise das cartas constitucionais de 1891, 1934, 1937 e 1946, juntamente ao levantamento bibliográfico de artigos, livros e outros escritos. O artigo consiste em uma pesquisa qualitativa, trazendo pesquisadores em educação, como Silva (2009), Souza (2016) e Vieira (2007). Do ponto de vista histórico, foram trabalhados autores como Carvalho (1990) e Capelato (2008). Para uma análise teórica, utilizou-se Freire (2001) e Foucault (1999). Os resultados permitiram identificar a importância crescente proporcionada à educação na agenda pública, destacando-se a influência do Manifesto dos Pioneiros da Educação Nova na estruturação de um sistema educacional brasileiro, que se contrapunha à constituição de uma sociedade condenada ao atraso e aos ideais conservadores.

Biografia do Autor

Any Elle Varanda Spíndola, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Graduanda em Licenciatura Plena em História

Joseanne Zingleara Soares Marinho, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO PIAUÍ

Doutora em História pela Universidade Federal do Paraná - UFPR, Mestra em História do Brasil pela Universidade Federal do Piauí - UFPI, Especialista em História Sociocultural pela Universidade Federal do Piauí - UFPI e Graduada em História pela Universidade Estadual do Piauí - UESPI. Exerce a função de Professora Adjunta da Universidade Estadual do Piauí - UESPI, Departamento de História, Campus Poeta Torquato Neto, em Teresina. É Professora Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ensino de História - PROFHISTÓRIA, da Universidade Estadual do Piauí - UESPI, Campus Alexandre Alves, em Parnaíba. Realiza pesquisas nos campos de História da saúde, História da infância, Políticas públicas, Filantropia, Gênero, Ensino de História e História da educação. É líder do Grupo de Pesquisa História das Ciências e da Saúde no Piauí (Sana) e do Grupo de Pesquisa História, Cultura e Gênero - GRUPEHCGE

Publicado
2020-08-28