Uso de aminoácidos na alimentação in ovo

  • João Paulo Ferreira Rufino Universidade Federal do Amazonas
  • Frank George Guimarães Cruz
  • Thaysa Marinho Farias
  • Lucas Duque Melo

Resumo

O objetivo deste artigo foi, por meio de levantamento bibliográfica, revisar resultados de pesquisa que demonstrem os efeitos do uso de aminoácidos na alimentação in ovo. A revisão da literatura foi realizada a partir da investigação de artigos e material técnico-cientifico relacionados ao tema. Os estudos avaliados evidenciaram um constante processo de evolução na tecnologia de alimentação in ovo, com a descoberta de inúmeros efeitos positivos do uso de aminoácidos sobre a fisiologia e o metabolismo dos embriões avícolas. Entretanto, houve também a descoberta de alguns efeitos adversos que estas biomoléculas podem ocasionar sobre o desenvolvimento embrionário das aves, especialmente nos períodos pré e pós-eclosão. Conclui-se, portanto, que o uso de aminoácidos na alimentação in ovo afeta diretamente as características de eclosão dos ovos inoculados. Além disso, pintos oriundos de ovos inoculados com aminoácidos tendem a apresentar um aumento substancial no peso corporal e um incremento nas áreas do trato gastrointestinal, especialmente na região intestinal, e no saco vitelino. Neste aspecto, os aminoácidos inoculados podem atuar tanto na síntese protéica e construção muscular, quanto no metabolismo energético. Entretanto, são necessários estudos mais aprofundados acerca dos efeitos destes aminoácidos sobre o metabolismo das aves, principalmente nos períodos pós-eclosão.

Publicado
2018-11-16
Seção
Revisões Originais Avicultura

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

1 2 > >>