Feira de saúde pública sobre práticas adequadas de saúde para estudantes da rede pública no bairro do Pêra I da cidade de Coari-AM

Autores

  • Suleima Costa Queiroz Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Jairiane Lopes Azevedo Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Karina Rodrigues Silva Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Mayline Menezes Mata Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM

Resumo

Introdução: A dinâmica social do trabalho de saúde está relacionada ao processo de saúde doença das sociedades humanas, onde a qualidade de vida do trabalhador reflete diretamente na sua vida social e no relacionamento familiar, que pode ser afetado por problemas relacionado ao seu bem-estar (SILVA et al, 2003). Entre os problemas que tem acometido os indivíduos incluem as doenças cardiovasculares, consideradas como a maior causa de mortalidade no mundo. Existem vários fatores relacionados à elevada incidência de eventos cardiovasculares, principalmente a hipertensão arterial, as dislipidemias e o diabetes mellitus (GRILLO et al, 2005). Objetivo: Promover ações de educação nutricional para estimular práticas adequadas de saúde às crianças de uma escola pública da Cidade de Coari/AM. Alertar sobre os fatores de riscos para a Hipertensão. Metodologia: Trata-se de um relato de experiência. A atividade contou com a participação dos alunos da rede pública, professores e acadêmicos da Universidade Federal do Amazonas, desenvolvida no turno matutino com duração de quatro horas do dia 20 de abril de 2016 no ginásio do bairro do Pêra na Cidade de Coari/AM. Estas foram realizadas de forma ensino-aprendizagem, utilizando materiais como fantoches, tabuleiro de dados para o desenvolvimento das dinâmicas. O teatro com fantoches foi desenvolvido atrás de uma cortina, onde as personagens eram estudantes do curso de Nutrição da Universidade Federal do Amazonas/COARI. Para o tabuleiro de dados, contou com uma participação de dois militantes, onde o ganhador era premiado e tinha direito de continuar com uma nova rodada. Ao término das atividades, foram distribuídos folders informando os principais fatores de risco, prevenção e alimentação saudável para hipertensos. Resultados: Das pessoas que participaram da oficina, umas mostraram mais interessadas em relação a outras, observando todas as informações transmitidas. Quanto a dinâmica preparada pelo grupo, obteve 95% de aproveitamento quanto a adesão do jogo de dados. Na apresentação de fantoches, demonstraram muito interessados e sorriam de alegria, logo pareciam assimilar pouca as informações que estavam sendo transmitidas pelo fato de muitos desconhecerem o assunto. Todavia, o local da apresentação também não favoreceu ouvir o que estava sendo transmitido, pois o barulho do som o impedia. No final das apresentações, a maioria disse que não sabiam o que era hipertensão. Já outros, disseram ter parentes hipertensos, mas não sabiam o que vinha ser essa patologia. E para finalizar as atividades, foi passado um questionário para somente um aluno representante do grupo para relatar seus comentários a respeito das apresentações e seus conhecimentos sobre alimentação saudável. A resposta foi satisfatória, pois o aluno demonstrou ter entendido do assunto e estar satisfeito com o que aprendeu. Conclusão: Portanto, por meio dessas atividades orientativas através de oficinas práticas sobre hábitos saudáveis, evidenciaram-se bons resultados em relação a educação em saúde, pois a partir das atividades realizadas e da participação dos usuários, tornou-se possível desenvolver ações que visem a redução de complicações em hipertensos, proporcionando melhor a qualidade de vida a estas pessoas, bem como, a troca de informações e conhecimentos entre o público-alvo, familiares e profissionais.

Downloads

Publicado

2019-06-27

Como Citar

QUEIROZ, S. C.; AZEVEDO, J. L.; SILVA, K. R.; MATA, M. M. Feira de saúde pública sobre práticas adequadas de saúde para estudantes da rede pública no bairro do Pêra I da cidade de Coari-AM. Revista Ensino, Saúde e Biotecnologia da Amazônia, [S. l.], v. 1, n. especial, p. 1, 2019. Disponível em: //periodicos.ufam.edu.br/index.php/resbam/article/view/5705. Acesso em: 29 jan. 2023.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)