Educação e mercado de trabalho no município de Coari/AM

Autores

  • Bárbara Eduarda Silva Costa Instituto Federal do Amazonas (IFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Claudio Afonso Peres Instituto Federal do Amazonas (IFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Águido Akel Santos de Carvalho Instituto Federal do Amazonas (IFAM), Campus Coari, Coari – AM

Resumo

Trata-se de um trabalho de pesquisa que estuda a relação entre a educação superior e o mercado de trabalho em Coari/AM. De acordo com o Art. 205 da Constituição Federal da República brasileira, a educação visa o "preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho". Essa missão de qualificar para o trabalho nos leva a preocupação de entender como se dá essa relação entre a educação e o trabalho. O estudo está embasado nas teorias que tratam sobre educação, trabalho e desenvolvimento, considerando a reestruturação produtiva do capitalismo e as reformas da educação a partir da segunda metade do século XX, que resultou na precarização do mercado de trabalho (ANTUNES, 2005). A realidade se agrava quando “a concentração de riqueza, a globalização, a era da informação e os avanços da geração high-tech acirraram a concorrência entre os trabalhadores e aqueles que desejam se inserir no mundo do trabalho” (ROCHA & OLIVEIRA, 2015, p. 25). O objetivo da pesquisa é compreender a relação entre a educação superior e mercado de trabalho, considerando os cursos que formam para o trabalho no município e as empresas e instituições que oferecem empregos, buscando esclarecer deficiências, convergências e divergências. Para isso, foi realizado o mapeamento dos cursos ofertados, o número de formados no ano de 2015 para comparar com o número de vagas das principais empresas e instituições do município e para entender o que o mercado necessita e qual a relação dessa necessidade com a proposta ementária dos cursos ofertados. No ano de 2015, foram formados 262 estudantes de nível superior em Coari. Para alguns cursos como Ciências Econômicas, Nutrição, Fisioterapia e Biotecnologia o número de formados no ano pesquisado se aproxima à quantidade total de vagas existentes no mercado de trabalho local. A precariedade econômica do município não permite a existência de vagas de emprego nessas áreas no setor privado e a Prefeitura Municipal, principal empregador, não realiza concursos públicos há mais de 10 anos. Nesse sentido, os profissionais que conseguem empregos, geralmente são em cargos temporários, se tornando reféns das políticas partidárias. A relação entre o mercado de trabalho e o Ensino Superior ofertado no município é bastante precária, uma vez que a realidade local não oferece espaço para a grande maioria dos profissionais formados. Pensar uma educação que vá além do fornecimento de diplomas e profissionais frustrados, é pensar uma Educação para Além do Capital, uma educação para a vida (MÉSZÁROS, 2005). Essa educação só é possível no diálogo com a realidade comunidade, considerando suas necessidades reais. A principal contribuição deste Projeto é a proposta de intervenção na realidade, buscando em vários educadores locais, nacionais e internacionais ideias e estratégias inovadoras para que o Instituto Federal do Amazonas atue efetivamente no desenvolvimento local.

Downloads

Publicado

2019-06-27

Como Citar

COSTA, B. E. S.; PERES, C. A.; DE CARVALHO, Águido A. S. Educação e mercado de trabalho no município de Coari/AM. Revista Ensino, Saúde e Biotecnologia da Amazônia, [S. l.], v. 1, n. especial, p. 1, 2019. Disponível em: //periodicos.ufam.edu.br/index.php/resbam/article/view/5632. Acesso em: 5 fev. 2023.