OS DOCUMENTOS DE ARQUIVO E O DIREITO À MEMÓRIA COLETIVA E A IDENTIDADE

UMA REFLEXÃO PRELIMINAR ACERCA DAS MEDIDAS IMPLEMENTADAS JUNTO AO ACERVO PERMANENTE DO FÓRUM DA COMARCA DE BRAGANÇA-PA VISANDO SUA PRESERVAÇÃO

  • Magda Nazaré Pereira da Costa Professora da Faculdade de História da Universidade Federal do Pará, Campus de Bragança. Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em História - PPHIST, da Universidade Federal do Pará - UFPA
  • Filipe de Sousa Miranda Universidade Federal do Pará - Programa de Pós- Graduação em Ciências do Patrimônio Cultural

Resumo

O presente artigo parte do pressuposto de que os documentos, constituídos bens patrimoniais pela Constituição Federal de 1988, representam importantes instrumentos para a administração, a construção do conhecimento científico, o acesso à informação e a garantia do direito a memória coletiva e a identidade. Neste sentido, propõe uma reflexão preliminar acerca das medidas implementadas pelo Tribunal de Justiça do Estado do Pará, junto ao acervo permanente do Fórum da Comarca de Bragança-PA, como resposta ao grave problema de gestão documental vivenciado por esta comarca nos últimos anos. São estas: a assinatura do convênio de cooperação técnica Nº 021/2017 e a transferência de parte do acervo a unidade do Arquivo Regional de Belém.

Biografia do Autor

Magda Nazaré Pereira da Costa , Professora da Faculdade de História da Universidade Federal do Pará, Campus de Bragança. Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em História - PPHIST, da Universidade Federal do Pará - UFPA

Professora da Faculdade de História da Universidade Federal do Pará, Campus de Bragança. Doutoranda pelo Programa de Pós-Graduação em História - PPHIST, da Universidade Federal do Pará - UFPA. Mestre em História Social da Amazônia (UFPA, 2007). Especialista em Gestão da Informação Arquivística (UFPA, 2019). Especialista em Informática & Educação (IBPEX/FACINTER, 2005). Especialista em História da Amazônia (UFPA, 2001). Graduada em História - Licenciatura e Bacharelado (UFPA, 1999). Coordenadora do Laboratório de História e Patrimônio Cultural na Amazônia - LABHIST. Coordenadora UFPA do Convênio de Cooperação Técnica entre o Tribunal de Justiça do Pará (TJPA) e a Universidade Federal do Pará, campus de Bragança. Coordenadora do PRODOC - Projeto Preservação Documental e Organização dos Arquivos Históricos das Comarcas de Bragança e de Ourém no Nordeste Paraense. Membro dos grupos de pesquisa: GHISCAM (Grupo de Pesquisa História em Campo) e GEIPAM (Grupo de Estudos e Pesquisas Interculturais Pará-Maranhão). 

Publicado
2020-08-27