SER-ESTAGIÁRIO EM INSTITUIÇÃO HOSPITALAR: RELATO DE EXPERIÊNCIA SOB O VIÉS DA FENOMENOLOGIA DE HEIDEGGER

  • Weickson Pontes Nogueira
  • Ewerton Helder Bentes de Castro Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

Resumo

A jornada acadêmica pode proporcionar ao aluno trabalhar com demandas nos diversos ambientes de atuação. No estágio curricular ou extracurricular, é a oportunidade de colocar em prática o que se estudou, aprender coisas novas e erros virem à tona como forma de aprendizagem. O hospital é um dos ambientes em que estudantes de Psicologia podem atuar. Apesar de ser uma especialidade aprovada pelo conselho federal relativamente recente, a Psicologia Hospitalar é uma vivência que tem muito o que ensinar e conquistar. Diante disso, este trabalho diz respeito à um relato de experiência de estágio em Psicologia Hospitalar analisado sob a ótica da Fenomenologia de Martin Heidegger, lugar este onde emergem sentimentos que vão de um extremo ao outro da existência humana. De um lado a possibilidade de cura e de outro a aproximação de morte.

 

Palavras-Chave: Estágio; Psicologia Hospitalar; Fenomenologia

Biografia do Autor

Weickson Pontes Nogueira

Psicólogo escolar na Coordenadoria Regional de Educação de Nova Olinda do Norte/AM. Graduado em Psicologia pela Universidade Federal do Amazonas.

Ewerton Helder Bentes de Castro , Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

Doutor em Psicologia pela FFCLERP/USP. Docente do curso de graduação e mestrado em Psicologia da Universidade Federal do Amazonas. Coordenador do Laboratório de Psicologia Fenomenológico-existencial (LABFEN)/UFAM.

Publicado
2021-07-01