HAICAIS DE KOBAYASHI ISSA: TRADUÇÕES PARA O OCIDENTE

  • Leonardo Reis Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Comparação. Tradução. Poesia. Literatura Japonesa. Haicai

Resumo

RESUMO: O presente texto propõe uma comparação de traduções de três haicais do poeta japonês Kobayashi Issa (小林一茶, 1763-1828) para o português brasileiro e para o inglês estadunidense, com o objetivo de apresentar modelos de como tal poesia é difundida nas comunidades culturais norte-americana e brasileira, almejando estabelecer critérios para traduções futuras dentro do gênero. Os textos de chegada são analisados em relação aos textos de partida sob o conceito da recriação, teoria proposta por Campos (2006), devido ao haicai ser um gênero amparado em elementos de composição exteriores ao plano semântico. Ainda dentro da comparação das traduções, busca-se refletir a visão da literatura comparada referida por Zhirmunsky (2011), a qual ressalta a influência dos fatores temporal e social na composição, o que ajuda a compreender as diferenças entre as traduções, uma vez que os tradutores observam os poemas de posições diferentes e buscam em seus textos objetivos distintos. Tais dessemelhanças se revelam nas comparações e demonstram que um melhor desempenho tradutório está atrelado a uma ampla consideração do contexto de produção, das peculiaridades do autor e dos elementos de natureza não-semântica relacionados à composição; assim como do lugar e função que esses aspectos encontram nos textos.

Referências

CAMPOS, H. D. Da tradução como criação e como crítica. In: Metalinguagem & Outras Metas: ensaios de teoria e crítica literária. São Paulo: Perspectiva, 2006. p. 31-48.
FRANCHETTI, P.; DOI, E. T.; DANTAS, L. Haikai. Campinas: Editora da UNICAMP, 1996.
FRANCHETTI, P.; DOI, E. T. Haikai: antologia e história. Campinas: Editora da UNICAMP, 2012.
KAWAMOTO, K. The Poetics of The Haiku. In: Stephen Collington, Kevin Collins e Gustav Heldt (Trad.). [Nihon Shiika no Dentô] The Poetics of Japanese Verse Imagery, Structure, Meter. Tokyo: University of Tokyo Press, 2000. [em inglês]
LANOUE, D. About Haiku. sem data. Disponível em:< http://haikuguy.com/issa/abouthaiku.html>. Acesso em: 21 abr. 2019. [em inglês]
LANOUE, D. Issa Archive Search Results. 1991-2010. Disponível em:< http://haikuguy.com/issa/search.php>. Acesso em: 21 abr. 2019. [em inglês]
LANOUE, D. Master Bashô, Master Buson ... and Then There’s Issa. In: Simply Haiku: A Quarterly Journal of Japanese Short Form Poetry. vol 3. nº3. 2005. Disponível em:. Acesso em: 17 jan. 2018. [em inglês]
LIRA, J. Kobayashi Issa: O Haicaísta Feliz. Recife: Crossing Borders, 2018.
ZHIRMUNSKY, V. M. Sobre o Estudo da Literatura Comparada. In: COUTINHO, E. F. e CARVALHAL T. F. (Org.). Literatura Comparada: textos fundadores. Rio de Janeiro: Rocco, 2011. p. 214-229.
Publicado
2019-06-09