NARRATIVAS SOBRE A PANDEMIA POR COVID 19 NOS ESTADOS DO AMAZONAS E RORAIMA

  • Heloísa Helena Corrêa da Silva
  • Maria das Graças Santos Dias

Resumo

Trata-se de estudo exploratório descritivo transversal que objetiva apresentar aspectos da pandemia por Covid 19, que desencadeou a maior crise sanitária do século XXI, a partir das diversas narrativas sobre o tema e dados nos estados fronteiriços de Amazonas e Roraima numa linha do tempo que abarca o primeiro caso acontecido em março de 2020, em Manaus capital do estado do Amazonas e na capital de Roraima Boa Vista, em abril de 2020, evidenciando os impactos sociais e econômicos até o mês de maio do corrente ano, com uma “mirada” nos países com os quais esses estados estabelecem fronteiras. O estado do Amazonas, no Alto rio Negro estabelece fronteiras com Colômbia e Venezuela e no Alto Solimões com Colômbia e Peru e o estado de Roraima ao norte com a Venezuela e a noroeste com a República da Guiana. Os dados foram coletados em três momentos diferentes, sendo por meio do acesso ao Sistema de Notificações da Covid 19 das secretarias dos estados, disponibilizados nas mídias e do Ministério da Saúde e através dos relatórios das comissões de combate à Covid 19 nas fronteiras, e ainda, a observação sistemática das mídias locais. Concomitante às observações e verificações dos dados procedeu-se com a pesquisa bibliográfica. O conjunto dessas ações evidenciou que o tema no atual estágio ainda é incipiente de problematizações das narrativas desde o surgimento da pandemia pelo Covid 19, que provocam ilações desde uma possível terceira guerra, o que para fins deste artigo não se abarcou, até a narrativa da pandemia por Covid 19 como um fato social total, conceito sobre o buscou-se erguer este artigo. A crise sanitária e os impactos econômicos e sociais demonstram dados preocupantes das condições de vida e saúde, que foram negligenciados nas agendas públicas do país e nos estados, espaços das narrativas, em pauta.

Publicado
2020-06-29