A CONSTRUÇÃO DO TERRÁRIO COMO RECURSO PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS

  • Laís Siqueira Henriques Universidade Federal do Amazonas - UFAM
  • Hellen Luyza Fernandes Cardoso Universidade Federal do Amazonas - UFAM
  • Adriano Melo Sampaio Araújo Filho Universidade Federal do Amazonas - UFAM
  • Maria Olívia Ribeiro Simão de Albuquerque Universidade Federal do Amazonas - UFAM
Palavras-chave: Ensino de Ciências, Recurso, Terrários

Resumo

O Ensino de Ciências necessita de formas inovadoras de ensino e aprendizagem. No entanto, continua sendo aplicado através de métodos tradicionais ou instrumentais. Alguns autores têm demonstrado que há mecanismos inovadores para desenvolver habilidades nos estudantes. Para isso, é necessário criar espaços para que os alunos participem ativamente. Nesse contexto, é imperativo o uso de recursos pedagógicos que desenvolvam a habilidade cognitiva dos alunos. Em uma experiência pedagógica, a utilização do terrário, numa perspectiva de Ensino de Ciências, proporcionou a sensibilização de jovens pelo mundo natural e social, pelo fato da manutenção da vida no terrário depender dos cuidados dos alunos. Além disso, a utilização de materiais reutilizáveis chama a atenção para a necessidade de repensar as formas de consumo e descarte de materiais. Desta forma, com o objetivo de chamar a atenção para a sensibilização em relação às questões socioambientais, o presente trabalho foi desenvolvido na ocasião da disciplina de Educação Ambiental, do Curso de Ciências Naturais da Universidade Federal do Amazonas, tendo a participação de três acadêmicos. Este trabalho foi escolhido com intuito de sensibilizar a comunidade em relação ao descarte de resíduos sólidos e aos cuidados com o ambiente. A pesquisa foi realizada em etapas: (1) escolha dos materiais e preparo do recipiente: por meio da formação de grupos, os monitores recolheram potes de vidros e plásticos de vários tamanhos e cocos que, não seriam mais utilizados em casa, e reaproveitar. (2): preparo dos terrários com materiais encontrados em casa como seixo, adubo, musgos, pedrinhas coloridas, areia e etc; e (3): explicação do funcionamento de um ecossistema para os alunos participantes, seguida da distribuição e socialização dessa informação para o público em geral, para sensibilização em relação ao reaproveitamento e uso sustentável dos recursos.  Os terrários podem ser utilizados de várias maneiras, para abordagem de assuntos em sala de aula, como a permeabilidade do solo, comparação dos ecossistemas secos e úmidos, abertos e fechados. A partir da montagem e apresentação dos terrários na Universidade concluímos que: 1) Proporciona o conhecimento sobre os cuidados com materiais que são desperdiçados no lixo e, ao mesmo tempo o seu reaproveitamento; 2) Através do diálogo com os docentes e discentes da Universidade, verificamos que os terrários por apresentar ecossistemas, são excelentes ferramentas didáticas a serem exploradas no ensino dos conteúdos científicos, por professores de Ciências e Biologia; 3) Desperta a curiosidade e a motivação para aprendizagem, a partir da simulação de ambientes reais.

Publicado
2021-06-23
Como Citar
HENRIQUES, L. S.; CARDOSO, H. L. F.; ARAÚJO FILHO, A. M. S.; DE ALBUQUERQUE, M. O. R. S. A CONSTRUÇÃO DO TERRÁRIO COMO RECURSO PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS. Revista Ensino, Saúde e Biotecnologia da Amazônia, v. 3, n. esp., p. 05, 23 jun. 2021.
Seção
Evento Científico: Resumos Simples