Hábitos alimentares e estado nutricional de crianças de 6 meses a 2 anos que fazem acompanhamento na UBS Enedino Monteiro do bairro Pêra no município de Coari-AM

Autores

  • Karina de Melo Vasconcelos Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Juliane de Oliveira Medeiros Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Juliana Helen Feirreira Braga Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Oziane da Silva Caralhos Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Regina dos Santos Silva Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM
  • Luziane Lima Pereira Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Campus Coari, Coari – AM

Resumo

Introdução: Os maus hábitos alimentares estão relacionados aos problemas de saúde, entre eles a obesidade que é um problema que atinge altos índices de crescimento, fator relacionado ao consumo de alimentos de elevada densidade calórica com redução nos níveis de atividade física (ALMEIDA et al., 2002). O estado nutricional exerce influência nos riscos de morbimortalidade e no crescimento e desenvolvimento infantil, o que torna importante uma avaliação nutricional para identificar os grupos de risco e as intervenções adequadas (CASTRO et al., 2005). Objetivo: Avaliar o estado nutricional de crianças de 6 meses a 2 anos de idade por meio de indicadores antropométricos e avaliação dos hábitos alimentares do indivíduo frequentador de unidade básica de saúde (UBS) a fim de contribuir para elaboração de estratégias públicas de intervenção que objetivem a promoção da saúde por meio de hábitos alimentares saudáveis nesta faixa etária. Metodologia: É um estudo descritivo de corte transversal, realizado na cidade de Coari-Amazonas com 10 crianças de 6 meses a 2 anos frequentadores de uma UBS no período de outubro de 2017. Para definir o tamanho da amostra foram realizados dados de acordo com a idade estipulada para análise em níveis de gêneros. A mesma foi selecionada por níveis de condições socioeconômicas, para avaliar o estado nutricional com os indicadores de estatura por idade (E/I), peso por idade (P/I), peso por estatura (P/E) e índice de massa corporal por idade (IMC/I), referente aos métodos de avaliação do Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN, 2011).  Após foi realizado outros parâmetros como exames físico, questionário de frequência alimentar (QFA) e recordatório 24 horas com o intuito de analisar a alimentação dos mesmos. Resultados: Verificou-se os níveis de condições socioeconômicos dos pais que apresentavam renda familiar de 1 a 2 salários mínimos. Para os dados clínicos nenhum deles apresentavam patologias e os cartões de vacina estavam atualizados. Em relação a avaliação física a pele estava hidratada, unhas e cabelos normais, língua, gengiva e olhos corados e sem edemas presentes. Segundo os pais nenhuma das crianças realizaram exames bioquímicos. Apenas uma criança se alimentava exclusivamente do leite materno onde os demais já faziam a alimentação complementar de 5 a 6 refeições por dia. O estado nutricional das crianças encontra-se na maioria dos casos normais para os parâmetros antropométricos, já que 100% encontram-se adequados para P/I; em relação ao P/E 90% estão com eutrofia e 10 % com risco de sobrepeso; e para E/I 100% estão adequados; para o IMC/I 80% estão classificados com eutrofia e 20% com risco de sobrepeso. Nos parâmetros analisados observaram-se valores de risco de sobrepeso para P/E e IMC/I visto que com o QFA os dados alterados estão relacionados com os maus hábitos alimentares. Conclusão: Diante dos resultados obtidos pode se considerar que um dos principais fatores envolvidos são as condições socioeconômicas das famílias, pois desempenham uma grande influência nos hábitos alimentares e logo podem refletir no estado nutricional e condições de saúde.

Downloads

Publicado

2019-06-27

Como Citar

VASCONCELOS, K. de M.; MEDEIROS, J. de O.; BRAGA, J. H. F.; CARALHOS, O. da S.; SILVA, R. dos S.; PEREIRA, L. L. Hábitos alimentares e estado nutricional de crianças de 6 meses a 2 anos que fazem acompanhamento na UBS Enedino Monteiro do bairro Pêra no município de Coari-AM. Revista Ensino, Saúde e Biotecnologia da Amazônia, [S. l.], v. 1, n. especial, p. 1, 2019. Disponível em: //periodicos.ufam.edu.br/index.php/resbam/article/view/5702. Acesso em: 29 jan. 2023.