BOI-BUMBÁ GARANTIDO 2018: UM AUTO DE RESISTÊNCIA CULTURAL NA AMAZÔNIA

  • Allan Soljenítsin Barreto Rodrigues

Resumo

O espetáculo “Auto da Resistência Cultural”, apresentado em 2018 pelo Boi-bumbá Garantido, utilizou o Festival Folclórico de Parintins como plataforma midiática para ecoar um discurso onde a arte figura como instrumento de transformação social. Durante as três noites de apresentação, por meio da dança, da música, do teatro e das artes plásticas, a agremiação se propôs a amplificar as vozes dos povos da floresta na busca pela afirmação de suas identidades, na luta por uma sociedade aberta a diversidade e na construção de uma consciência capaz de levar tornar a humanidade mais justa e fraterna. Este artigo tem como objetivo abordar a forma como surge, é construída e executada a proposta deste espetáculo, bem como seus fundamentos.  

 

Palavras-chave: Auto da Resistência Cultural; Festival Folclórico de Parintins; Boi Garantido; Amazônia.

Biografia do Autor

Allan Soljenítsin Barreto Rodrigues

Professor Doutor. Docente do Curso de Jornalismo da Faculdade de Informação e Comunicação. Jornalista

Publicado
2021-07-01