Amazônia brasileira: educação e contexto

Autores

  • Eli Conceição de Vasconcelos Tapajós Sousa Universidade Federal do Oeste do Pará- UFOPA
  • Anselmo Alencar Colares Universidade Federal do Oeste do Pará- UFOPA

DOI:

https://doi.org/10.29280/rappge.v7i01.10633

Palavras-chave:

Educação, Realidade Amazônica, Desenvolvimento

Resumo

O texto proposto tem por objetivo apresentar um panorama da região amazônica e suas várias realidades, o contexto socioeconômico e educacional e como isso reflete no desenvolvimento da região, bem como debates acerca das políticas da Educação na e da Amazônia, a organização dos processos educativos e seus desafios. Destacam-se aspectos históricos sobre o surgimento das instituições escolares em Santarém/PA, um dos municípios que compõem a Amazônia brasileira e como esse fato influenciou no contexto histórico e no desenvolvimento da região. Tem o materialismo histórico-dialético como método de interpretação da realidade, visto que aponta caminhos para a compreensão dos fatos que ocorrem na prática social. Conclui-se que o progresso social só acontecerá, de fato, quando os interesses do capital, que dominam as políticas existentes na região, estiverem voltados para atender as populações que habitam e dependem dele para a sua sobrevivência.

 

Biografia do Autor

Eli Conceição de Vasconcelos Tapajós Sousa, Universidade Federal do Oeste do Pará- UFOPA

Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Educação na Amazônia (PGEDA/Ufopa). Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas História, Sociedade e Educação no Brasil - HISTEDBR (Ufopa

Anselmo Alencar Colares, Universidade Federal do Oeste do Pará- UFOPA

Professor Titular da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). Docente do Programa de Pós-graduação em Educação na Amazônia (PGEDA/Ufopa) e do PPGE/UFOPA. Líder do Grupo de Estudos e Pesquisas História, Sociedade e Educação no Brasil - HISTEDBR (Ufopa). Bolsista Produtividade CNPq.

Referências

COLARES, Anselmo Alencar. A história da educação em Santarém: das origens ao fim do Regime Militar (1661-1985). Santarém – Instituto Cultural Boanerges Sena, 2005.

COLARES, Anselmo Alencar. História da Educação na Amazônia. Questões de natureza teórico-metodológica: críticas e proposições. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, número especial, p. 187-202, out. 2011. ISSN: 1676-2584 187.

COLARES, Anselmo Alencar; MACIEL, Antônio Carlos. (Orgs.). Formação de doutores em educação no contexto amazônico [recurso eletrônico]: problematização em estudo. In: CAVALCANTE, Márcio Darlen Lopes; MAFRA, José Ricardo e Souza. Educar para a informação: um Framework para formação de professores em educação midiática na Amazônia. Santarém, PA: UFOPA, 2020.

COLARES, Maria Lília Imbiriba Sousa. Panorama da Educação em Santarém. Revista HISTEDBR online. Campinas – São Paulo, n.23. p. 95-113, set 2006.

COUTINHO, Gabriel Leuzinger. Desafios da humanidade no século XXI. Revista Amazônida: Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Amazonas [e-ISSN: 2527-0141], 5(1), 01-04, 2020. https://doi.org/10.29280/rappge.v5i1.8280. Acesso em: 10 nov. 2021.

FARIA FILHO, Luciano Mendes. Instrução Elementar no Século XIX, In: LOPES, Eliana Marta Teixeira; FARIA FILHO, Luciano Mendes; VEIGA, Cyntia Greive. 500 Anos de Educação no Brasil. 3 ed, Belo Horizonte: 2003, p. 134-150.

FUNDAÇÃO CARLOS CHAGAS: CANAL FUTURA - "Desafios da Floresta" da série especial do Sala de Notícias, 2014. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=6HxEP8EhYlo. Acesso em: 30 jul. 2021.

GATTI, Bernadete Angelina; SHAW, Gisele Soares Lemos; PEREIRA, Jocilene Gordiano Lima Tomaz. Perspectivas para formação de professores pós pandemia: um diálogo. Revista Práxis Educacional, v.17, n.45, p. 1-25, abr./jun. 2021.

GOMES, Carlos Valério Aguiar. Ciclos econômicos do extrativismo na Amazônia na visão dos viajantes naturalistas. Bol. Mus. Para. Emílio Goeldi. Cienc. Hum., Belém, v. 13, n. 1, p. 129-146, jan.-abr. 2018.

HORA, Dinair Leal. Concepções de Educação e Justiça: articulação possível com a gestão democrática da escola. Revista Exitus, Santarém/PA, Vol. 11, p. 01-13, e020123, 2020. Acesso em: 10 ago. 2021.

INSTITUTO BRASILEIRO DE FLORESTAS (IBF). Bioma Amazônico. 2020. Disponível em: https://www.ibflorestas.org.br/bioma-amazonico. Acesso em: 15 ago. 2021.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA (IBGE). 2021. https://www.ibge.gov.br/explica/desemprego.php. Acesso em: 30 jul. 2021.

MELLO, Alex Fiúza de. Dilemas e desafios do desenvolvimento sustentável da Amazônia: o caso brasileiro. Revista Crítica de Ciências Sociais, n. 107, p. 91-108, 2015.

NOSELLA, Paolo; BUFFA, Ester. Instituições escolares: por que e como pesquisar. Campinas, SP: Editora Alínea, 2008.

SANFELICE, José Luís; JACOMELI, Mara Regina Martins; PENTEADO, Ana Elisa de Arruda de. História das instituições escolares: teoria e prática. Bragança Paulista, SP: Margem da Palavra, 2016.

SANTOS, Daniel; MOSANER, Marcelo; CELENTANO, Danielle; MOURA, Renan; VERÍSSIMO, Adalberto. Índice de Progresso Social na Amazônia brasileira: IPS Amazônia. Belém, PA: Imazon; Social Progress Imperative, 2018.

SANTOS, Terezinha Fátima Andrade Monteiro dos. A educação no desenvolvimento da Amazônia. In: Anais do IV Congresso Ibero-Americano de Política e Administração da Educação/ VII Congresso Luso Brasileiro de Política e Administração da Educação, 2014, Porto, Portugal. Disponível em: https://anpae.org.br/IBERO_AMERICANO_IV/GT5/GT5_Comunicacao/TerezinhaFatimaSantos_GT5_integral.pdf. Acesso em: 10 jun. 2021.

SAVIANI, Dermeval. Instituições Escolares: conceito, história, historiografia e práticas. Cadernos de História da Educação – nº 4 – jan./dez. 2005.

OLIVEIRA, Ivanilde Apoluceno de. Cartografia de saberes e educação na Amazônia: análise de produções acadêmicas. Revista Amazônida: Revista do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal do Amazonas [e-ISSN: 2527-0141], v. 3, n. 2, p. 102-116, 13 jan. 2019.

UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância). Panorama da Distorção Idade-série no Brasil. Brasília (DF), 2018.

UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância). Cenário da Exclusão Escolar no Brasil: um alerta sobre os impactos da pandemia da COVID-19 na Educação – 2021. Dados publicados no site estratégia Busca Ativa Escolar (buscaativaescolar.org.br) do Unicef e parceiros. Brasília (DF), 2021.

VÁZQUEZ, Adolfo Sánchez. Filosofia da práxis. São Paulo, Expressão Popular, 2007.

Publicado

2022-08-23

Como Citar

Conceição de Vasconcelos Tapajós Sousa, E., & Alencar Colares, A. (2022). Amazônia brasileira: educação e contexto. Revista Amazônida: Revista Do Programa De Pós-Graduação Em Educação Da Universidade Federal Do Amazonas [e-ISSN: 2527-0141], 7(01). https://doi.org/10.29280/rappge.v7i01.10633