DA EDUCAÇÃO BÁSICA AO ENSINO SUPERIOR: CONTRIBUIÇÕES DAS TECNOLOGIAS DIGITAIS PARA A PROMOÇÃO DO DESENVOLVIMENTO SOCIOEMOCIONAL DOS ESTUDANTES

  • Karen Graziela Weber Machado Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS
  • Diana Leonhardt dos Santos Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS
  • Felipe Sereno Soso Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS

Resumo

Com as mudanças ocorridas no mundo a educação precisa atender às novas demandas surgidas na sociedade. Dessa maneira, é fundamental a promoção da formação integral dos estudantes, da educação básica ao ensino superior, desenvolvendo estratégias de aprendizagens significativas, as quais possibilitem preparar os estudantes com as competências necessárias para lidar com os desafios do mundo globalizado. Este estudo tem por objetivo analisar as contribuições das tecnologias digitais para o desenvolvimento socioemocional dos estudantes na atualidade. O presente estudo é caracterizado como uma pesquisa qualitativa, sendo que para a coleta de dados utilizou-se um questionário online contendo questões abertas e fechadas direcionado a estudantes (mestrandos e doutorandos) de um Programa de Pós-Graduação em Educação, com o objetivo de identificar suas concepções acerca das potencialidades das tecnologias educacionais no desenvolvimento socioemocional dos indivíduos. Os dados coletados foram analisados por meio da análise textual discursiva (ATD). Os resultados apontam com unanimidade para a necessidade de desenvolver habilidades socioemocionais nas instituições educativas, sendo que a maioria dos participantes considera que as tecnologias podem contribuir para isso. Diferentes recursos digitais são mais ou menos efetivos em suas contribuições para essas habilidades, ferramentas de vídeo receberam grande destaque como sendo muito efetivas. O papel do docente mostrou-se como uma das principais preocupações da população pesquisada. Sendo assim, compreende-se que as tecnologias digitais podem contribuir significativamente para o desenvolvimento de competências socioemocionais dos estudantes, sendo este um aspecto relevante que deve ser levado em consideração pelas instituições de ensino, visando qualificar a formação dos indivíduos do século XXI.

Palavras-chaves: Tecnologias digitais; Processo de ensino e aprendizagem; Competência socioemocional; Educação.

 

Biografia do Autor

Karen Graziela Weber Machado, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS

Doutoranda em Educação pelo Programa de Pós-Graduação da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS e pesquisadora do Grupo de Pesquisa Interdisciplinar em Tecnologias Digitais, Internacionalização e Permanência Estudantil (GeTIPE), tem sua formação atual amparada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), por meio de concessão de bolsa de estudos à autora.

Diana Leonhardt dos Santos, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Educação da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS, tem sua formação atual amparada pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), por meio de concessão de bolsa de estudos à autora.

Felipe Sereno Soso, Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS

Mestrando do Programa de Pós-Graduação em Educação da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - PUCRS, tem sua formação atual amparada pela empresa UOL Edtech, por meio de concessão de bolsa de estudos ao autor.

Publicado
2021-07-01