“E FOI ASSIM QUE ÁDRIAZINHA VEIO AO MUNDO...”: GÊNERO E REPRESENTAÇÃO FEMININA EM A MULHER DO GARIMPO, DE NENÊ MACAGGI

Autores

  • Fernanda Kelly Ribeiro da Silva Universidade Federal de Roraima

Resumo

RESUMO: Partindo da narrativa romanesca da escritora Nenê Macaggi, em sua obra A Mulher do Garimpo (1976), este trabalho busca apresentar como o referido texto pode contribuir para a discussão dos processos de construção da identidade feminina a partir das vivências da personagem Ádria. Ao protagonizar personagens viajantes e marginalizadas, a escrita literária de Nenê Macaggi desvela a intimidade dos impactos sociais nos corpos femininos. A partir da pesquisa realizada, pudemos perceber que as imposições sociais, bem como o patriarcado, ainda perpetuam as mesmas práticas de outrora, e que, a Literatura auxilia nos rompimentos desses ritos de silêncio. Através da pesquisa bibliográfica, cujo método remete à análise da obra A Mulher do Garimpo, de Nenê Macaggi, participam das nossas reflexões os estudos realizados por Butler (2006), Spivak (2010), Almada (2017), Saffioti (1976), e outros.

 

PALAVRAS-CHAVE: Gênero; Corpo; Mulher; Representação feminina.

Downloads

Publicado

2022-04-29

Edição

Seção

ARTIGOS (DOSSIÊ)