RESIDUALIDADE: UMA LEITURA A PARTIR DE LAVOURA ARCAICA

  • Francisca Yorranna da Silva Universidade Federal do Ceará
  • Elizabeth Dias Martins Universidade Federal do Ceará

Resumo

A teoria da residualidade, sistematizada por Roberto Pontes, lida com elementos vindos de tempos e espaços anteriores que se fazem presentes em formações culturais posteriores. Esses elementos são resíduos de mentalidades e imaginários revestidos de novas características, isto é, cristalizados, para se adaptar a novo contexto, podendo tais modificações indicar serem resultantes do processo de hibridação cultural e de endoculturação. Destarte, ancorada na interdisciplinaridade, a teoria da residualidade tem um método de investigação que se propõe a identificar como esses resíduos figuram na literatura e corroboram o diálogo entre tradição e inovação. Portanto, o objetivo deste trabalho é discutir os conceitos da referida teoria aplicando-a ao romance Lavoura arcaica (1975), de Raduan Nassar. Para tanto, destacamos trechos do romance nos quais a análise destes proporcionam uma discussão acerca da residualidade e seus conceitos operacionais.

 

Biografia do Autor

Francisca Yorranna da Silva , Universidade Federal do Ceará

UFC

Publicado
2020-06-11
Seção
ARTIGOS