AS IMAGENS POÉTICAS DA TERRA EM ALGUNS POEMAS DE VERA DUARTE EM AMANHÃ AMADRUGADA

  • Everton Vasconcelos Pinheiro Faculdade de Letras - Universidade Federal do Amazonas
  • Rita do Perpétuo Socorro Barbosa de Oliveira Faculdade de Letras, no Programa de Pós-Graduação em Letras e no Curso de Língua e Literatura Portuguesa, da Universidade Federal do Amazonas.

Resumo

A proposta deste trabalho concentra-se na investigação das imagens poéticas geradas pelo vocábulo “terra” nos poemas “Setembro”, “Amigo”, “Criança”, “Desejos” e “Desejos-Liberdade”, em Amanhã Amadrugada (2008), de Vera Duarte. A pesquisa se apoia em: O ser e o tempo da poesia (1997), de Alfredo Bosi, para tratar a respeito da imagem poética; Teogonia (2007), de Hesíodo, para investigar sobre a titânide Terra; e Maternidade e profissão (1995), de Sylvia Baptista, para refletir sobre a representação de Gaia, a Grande Mãe, e sua capacidade exclusiva de maternidade. A análise tem por objetivo mostrar as possíveis representações da terra em associação à maternidade, terra como mãe, tal como Gaia, e nação como mátria.

Referências

BAPTISTA, Sylvia Mello Silva. Maternidade e profissão: oportunidades de desenvolvimento. 1ª. edição. São Paulo: Casa do Psicólogo, 1995.

BOSI, Alfredo. O ser e o tempo da poesia. 11ª. edição. São Paulo: Cultrix, 1997.

DUARTE, Vera. Amanhã amadrugada. 2ª. edição. Praia: Instituto da Biblioteca Nacional e do Livro, 2008.

_____________. Entrevista - Vera Duarte. Revista Crioula da Área de Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa da USP, São Paulo, n. 3, p. 1-9, 2008.

GOMES, Simone Caputo. A poesia de Cabo Verde: um trajeto identitário. In: GOMES, S. C. (org.). Cabo Verde: Literatura em chão de cultura. São Paulo: Ateliê Editorial; UNEMAT; Praia: Instituto da Biblioteca Nacional e do Livro, 2008, p. 127-144.

HESÍODO. Teogonia: A Origem dos Deuses. Estudo e tradução de Jaa Torrano. 7ª. edição. São Paulo: Iluminuras, 2007.

PEREIRA, Érica Antunes. Vera Duarte: “a mulher cabo-verdiana é uma personagem interessante”. Revista Scripta do Centro de Estudos Luso-afro-brasileiros da PUC Minas, Belo Horizonte, vol. 14, n. 27, p. 105-202, 2010.

Publicado
2018-01-07