INCLUSÃO NO ENSINO MÉDIO: UM DIÁLOGO POSSÍVEL À PRAXIS DOCENTE, NA FORMAÇÃO DE ALUNOS COM DEFICIÊNCIA.

  • Joelma Carvalho dos Santos Escola Estadual José Carlos Martins Mestrinho.
  • Elizeth Souza da Cruz de Melo Escola Estadual José Carlos Martins Mestrinho.

Resumo

RESUMO
Este estudo aborda o processo de inclusão dos alunos com deficiência no ensino regular das escolas públicas brasileira. O objetivo deste projeto é analisar a práxis docente a partir da reflexão sócio educacionais que contribua o ser e fazer docente aos educandos deficientes da Escola Estadual José Carlos Martins Mestrinho, contribuindo na formação de alunos com deficiência a sociedade. Despertando, portanto, no foco do desenvolvimento intelectual, social e cultural dos alunos, visto que este segmento se encontra no grupo considerado em vulnerabilidade social, por conta das suas limitações e dos problemas na efetivação cotidiana das escolas públicas. Compreender, portanto, os educadores no fazer pedagógico diferenciado em realizar projetos e metodologias diferenciadas para amenizar essa dificuldade, mesmo dependendo da informação e formação docente continuada, das poucas literaturas e projetos de políticas públicas voltadas ao tema de forma escassa. A educação inclusiva no ambiente escolar é uma realidade e responsabilidade de todos os envolvidos no processo de ensino, requerendo fortalecimento a partir do comprometimento da comunidade interna e externa e das autoridades governamentais em garantir a aplicabilidade das leis que lhes são garantidas por lei.
Palavras Chaves: Deficiência; Discente, Docentes Inclusão; Práxis.

Fonte: Kemel Fonseca Barbosa (2020).
Publicado
2020-08-10