SENTIDOS E SIGNIFICADOS NO DISCURSO DE DOCENTES EM ESCOLA PÚBLICA: A VIVÊNCIA DO SOFRIMENTO PSÍQUICO

Resumo

O sofrimento psíquico está muito presente nas relações estabelecidas nas escolas de modo geral. O sofrimento psíquico do professor está relacionado a diversos fatores que podem estar fora do ambiente escolar, mas que interagem com ele, como a questão da remuneração, por exemplo, ou os fatores referentes à própria dinâmica da função de professor, como a indisciplina dos discentes. O estudo visa investigar a possibilidade de sofrimento psíquico entre os professores do ensino básico da rede pública municipal de ensino. Foi utilizado o método fenomenológico de pesquisa em Psicologia e a análise das entrevistas áudio gravadas a partir de Martin Heidegger. o sofrimento psíquico está ligado a inúmeras variáveis que afetam o equilíbrio mental do professor. Contudo, permeando a atividade laboral do professor, caminha junto com essas dificuldades a esperança por fazer o melhor por esse aluno. O professor toma para si a responsabilidade, apesar de algumas vezes não ter o apoio familiar, e compromete-se com o processo de ser-professor-e-educador, colocando em prática a característica devocional relacionada ao exercício do magistério. Alguns se frustram, é verdade. Entretanto a maioria dos participantes deste estudo mostrou-se aberta, no sentido existencial, ao assumir de forma autêntica esse métier tão desvalorizado em nosso país e, mesmo diante das agruras, fica feliz por seus alunos conseguirem atingir determinado patamar na vida.

 

Palavras-chave: Sofrimento psíquico, escola pública, docentes, método fenomenológico, psicologia fenomenológico-existencial

 

Biografia do Autor

Janderson Costa Meira

Gestor de Recursos Humanos pela UNIP – Manaus. Graduando em Psicologia pela Escola Superior Batista do Amazonas (ESBAM). Membro do Labfen.. Orcid: https://orcid.org/0000-0001-9145-6465

Ewerton Helder Bentes de Castro

Doutor em Psicologia pela FFCLRP/USP. Docente do curso de graduação e pós-graduação em Psicologia FAPSI/UFAM. Coordenador do Labfen.

Publicado
2021-07-01