NOS DÊ LICENÇA PRA NÓS ENTRAR: A FESTA DOS PÁSSAROS DO MOCAMBO DO ARARI – PARINTINS (AM)

  • Josivaldo Bentes Lima Júnior
  • Francisco Geraldo Caldeira de Souza

Resumo

O Festival do Mocambo do Arari, agrovila de Parintins - AM, criado em 2004, é hoje, uma das grandes manifestações populares do Amazonas, atraindo visitantes da cidade de Parintins e regiões próximas, com a participação de bois-bumbás, quadrilhas e cordões de pássaros. O artigo analisa a festa dos pássaros Jaçanã e Pavão Misterioso, a sua prática viva, em uma persectiva histórica e antropológica. Procuramos tecer reflexões sobre quem organiza a festa que possui mais de 50 anos de histórias, bem como o ritual apresentado no Mocambodromo, por meio de uma apreensão etnográfica. As considerações fazem parte da pesquisa mestrado, realizada entre os anos 2017 e 2019, que potencializaram problematizações acerca da cultura modo de vida e de luta na recriação de direitos.  Neste sentido, ancorado pelos estudos culturais e também embasado na história oral, procuramos compartilhar as vozes dos sujeitos sociais que participam da festa. Conclui-se que as estratégias de resistência pela sua manutenção da festa evidenciam os aspectos do cotidiano, as memórias e os anseios dos envolvidos, que lutam pela cidadania cultural, momento em que reafirmam suas identidades.

 

Palavras-chave: Cordões de Pássaros. Mocambo do Arari. Memória. Identidade.

Biografia do Autor

Josivaldo Bentes Lima Júnior

Professor. Mestre em História Social pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Amazonas, UFAM, Brasil.

Francisco Geraldo Caldeira de Souza

Licenciado em Ciências Naturais pela Universidade Federal do Amazonas. Especialista em Gestão Escolar pela Universidade do Estado do Amazonas.

Publicado
2021-07-01