COMPREENDER O COTIDIANO DA COMUNIDADE SURDA: AUTOETNOGRAFIA DE UM PERCURSO DE FORMAÇÃO EM PSICOLOGIA

  • Antonio Carlos Ramos Júnior
  • Leandro Limoni de Campos-Fonseca

Resumo

No presente trabalho busquei mostrar os mais variados acontecimentos e experiências que adquiri durante minha graduação em Psicologia e que me proveram de instrumentos que permitiram uma considerável aproximação com a comunidade surda local. A ideia foi discutir aspectos dos documentos oficiais que conduzem o curso de Psicologia (DCN´s e o PPC da Uniso) considerando minhas experiências como estudante dentro e fora da universidade. Trata-se neste artigo de uma pesquisa narrativa autoetnográfica sobre um percurso formativo marcado por experiências consideradas fundamentais para a possibilidade de atenção e compreensão do universo da comunidade surda por parte de um estudante de psicologia, futuro psicólogo.

PALAVRAS-CHAVE: Língua Brasileira de Sinais. Surdez e educação. Psicólogo Bilíngue. Autoetnografia.

Publicado
2020-07-22