ESTRUTURAÇÃO E CONSOLIDAÇÃO DO MERCADO SEXUAL HOMOERÓTICO SUL-AMERICANO A PARTIR DAS EXPERIÊNCIAS DE RECIFE/BR E BUENOS AIRES/AR

  • Epitácio Nunes de Souza Neto Faculdade de Integração do Sertão (FIS) / UniSãoMiguel
  • Normando José Queiroz Viana Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA)
  • Alexsandro Medeiros do Nascimento Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
  • Antonio Roazzi Universidade Federal de Pernambuco- UFPE

Resumo

Este artigo analisa os sentidos atribuídos ao trabalho pelos trabalhadores sexuais no contexto do mercado sexual homoerótico. Trabalhador sexual é a pessoa que desenvolve atividades laborais, formais ou autônomas, em estabelecimentos comerciais dirigidos ao entretenimento e/ou prazer sexual do público homossexual.  Neste contexto, para os trabalhadores sexuais, assim como para os trabalhadores do sexo, o dinheiro parece se revelar como principal fator motivacional, porém não único, para suas inserções voluntárias em tal mercado. Assim, buscamos melhor compreender as estratégias de subjetivação que possibilitam suas inserções e permanências. Deste modo, apresentamos inicialmente, reflexões sobre a dinâmica, organização e estruturação do mercado sexual homoerótico, que na América do Sul parece se estabelecer como novo campo de trabalho formal e legal, a partir das experiências de Recife, no Brasil, e de Buenos Aires, na Argentina. O estudo se configura como exploratório de base etnográfica, descritivo e interpretativo, não experimental e de base qualitativa. Os dados foram coletados entre 2013 e 2016, através da observação participante e de entrevistas semiestruturadas, com 18 brasileiros e 08 argentinos que atuavam no mercado sexual homoerótico nas duas cidades. Na análise de resultados foi usado o modelo da dupla hermenêutica, possibilitando reconhecer o sentido que os próprios sujeitos constroem a partir de suas ações. O movimento crítico reflexivo com base nos dois mercados evidenciou que limitar o mercado sexual às prostituições inviabiliza análises mais amplas sobre a atuação dos vários atores que sobrevivem da, e/ou, a partir da mercantilização do sexo.

Palavras-Chave: Mercado do sexo; trabalhador sexual; homossexualidade; sentido subjetivo; self.

Biografia do Autor

Epitácio Nunes de Souza Neto, Faculdade de Integração do Sertão (FIS) / UniSãoMiguel

Faculdade de Integração do Sertão (FIS) / UniSãoMiguel

Normando José Queiroz Viana , Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA)

Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA)

Alexsandro Medeiros do Nascimento , Universidade Federal de Pernambuco - UFPE

Departamento de Psicologia - Universidade Federal de Pernambuco

Publicado
2021-07-01