AS PLANTAS MEDICINAIS NO TRATAMENTO DE FERIDAS: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA DO PONTO DE VISTA DA ENFERMAGEM

  • Alice Sant’Anna de Andrade Mascarenhas Alves
  • Felipe Sant’Anna Cavalcante
  • Renato Abreu Lima Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

Resumo

As plantas dispõem de utilização tanto medicinal quanto alimentícia, ou seja, têm uma grande valia nas possíveis descobertas terapêuticas, pois estas fazem parte da história do desenvolvimento humano. A enfermagem, por ser a profissão que realiza o cuidado de feridas, necessita compreender como tal cuidado é realizado popularmente. Com isso, o objetivo dessa revisão de literatura é realizar o levantamento de artigos científicos que comprovem a eficácia do uso de plantas medicinais no tratamento de feridas. Baseado nos 27 artigos levantados, as plantas medicinais tornam-se alternativas de grande relevância para o processo de cicatrização de feridas, que começam a fazer parte da atenção à saúde brasileira, considerando que seu uso seja validado por estudos que afirmem seu potencial cicatrizante e o papel do enfermeiro como incentivador, não apenas ao cuidado, mas também possibilitando um contato com culturas e saberes empíricos em busca de um cuidado integrativo.

Palavras-chave: Etnobotânica. Fitoterapia. Lesão. Plantas Medicinais.

Biografia do Autor

Alice Sant’Anna de Andrade Mascarenhas Alves

Possui graduação em Enfermagem (Bacharelado) pelo Centro Universitário São Lucas (UniSL).

Felipe Sant’Anna Cavalcante

Possui graduação Ciências Biológicas (Bacharelado e Licenciatura) pelo Centro Universitário São Lucas (UniSL), Especialista em Metodologia do Ensino Superior pelo UniSL (2019), Mestre em Ciências Ambientais do Instituto de Educação, Agricultura e Ambiente (IEAA) da Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

Renato Abreu Lima , Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

Possui graduação em Ciências Biológicas (Licenciatura e Bacharelado) pelo Centro Universitário São Lucas, Especialista em Gestão Ambiental pela mesma instituição, Mestre em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente pela Universidade Federal de Rondônia (UNIR) e Doutor em Biodiversidade e Biotecnologia pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Atualmente, é professor do Magistério Superior da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) atuando na graduação e pós-graduação.

Publicado
2021-07-01