A RECICLAGEM DE PNEUS INSERVÍVEIS NO BRASIL NOS ANOS DE 2009 A 2017

  • Wenderson Gomes dos Santos
  • Sergio Duvoisin Junior
  • Nélio Teixeira Machado UFPA

Resumo

Neste trabalho foi realizado um estudo sobre a reciclagem de pneus inservíveis no Brasil, nos anos de 2009 a 2017, segundo os relatórios de pneumáticos publicados nos anos de 2011 a 2018. De acordo com esse estudo foi possível evidenciar que o mercado de reciclagem de pneus inservíveis está seguindo a tendência do mercado de reposição de pneus novos (em massa) desde a implementação da resolução Conama nº 416, de 2009. O coprocessamento, a granulação e a laminação são as principais tecnologias de destinação dos pneus inservíveis e os pontos de coleta de pneus inservíveis, nos últimos anos, tenderam a aumentar e em sua grande maioria estão localizados nas regiões sul e sudeste. Assim, nota-se a necessidade de políticas publicas visando a implementação de tecnologias (pirólise) que transformassem os resíduos de pneus em produtos com elevados valores comerciais (d-limoneno, tolueno e xilenos) em conjunto com os aterros sanitários que geram excedentes de gás metano.

 

Palavras-Chave: Resíduos Sólidos, Reciclagem, Energia.

Biografia do Autor

Nélio Teixeira Machado , UFPA

Professor Titular, Faculdade de Engenharia Química, ITEC – UFPA, Brasil

Publicado
2020-07-07