A INFLUÊNCIA DA RELIGIÃO E SUAS PRÁTICAS, MEDIADAS PELA PERSONALIDADE, NA ATUAÇÃO DO INDIVÍDUO NO CONTEXTO ORGANIZACIONAL

  • Camila Rodrigues Silva Santos
  • Antonio Roazzi Antonio Roazzi
  • Bruno Campello de Souza
  • Alexsandro Medeiros do Nascimento

Resumo

A religião sempre exerceu forte influência no comportamento humano e no cotidiano da sociedade, permanecendo nos dias atuais e sendo compartilhada entre pares, envolvendo difusão de princípios, valores e normas de conduta doutrinária. Vê-se a necessidade de pesquisas que se dediquem à relação existente entre a personalidade e a religião do indivíduo, levando em consideração, principalmente as suas práticas religiosas, vistas sob a perspectiva de ações e atividades pastorais, catequéticas ou sociais, promovidas e estimuladas pela instituição à qual se vincula, com a finalidade de melhor compreender o comportamento do indivíduo nos mais diversos ambientes da sociedade, inclusive em organizações e grupos de trabalho. Considerar, ainda, o reflexo desta relação sobre a liderança e inclusão organizacional levanta questionamentos importantes para os estudos organizacionais, de maneira a contribuir efetivamente para as práticas de gestão. Este trabalho está sendo construído com base na hipótese central de que a religião e suas práticas, mediada pela personalidade, influencia positivamente a atuação do indivíduo no trabalho, de maneira a influenciar seu desempenho, relação com colegas e crescimento profissional, além de refletir nas práticas de liderança e no discurso inclusivo disseminado na organização. Os resultados poderão fornecer aos líderes e gestores dos mais diversos tipos de organizações, diretrizes sobre como lidar com esta força de trabalho diversificada, melhorando as relações interpessoais e as atividades como um todo. Estudiosos e profissionais podem usar os resultados como orientação para promover novas pesquisas ou melhorar a atuação no campo organizacional, bem como orientar a ação de gestores e líderes. A repercussão dos resultados do estudo poderá refletir na concepção do papel da religião na sociedade, no comportamento e na formação da personalidade do indivíduo, trazendo o olhar também para a sua influência nas questões profissionais, ao sentimento de inclusão percebido e, ainda, no tocante às características de liderança desenvolvidas. Deverá despertar, também, o interesse para novas pesquisas acerca do assunto e a produção de um conhecimento útil para a gestão de pessoas, aplicável no contexto brasileiro.

Palavras-chave: Religião; Personalidade; Comportamento do Indivíduo; Liderança; Inclusão.

 

Publicado
2020-07-01