PREDITORES DO USO DA CAMISINHA NO ÂMBITO ESCOLAR: IMPLICAÇÕES PARA PROGRAMAS DE PREVENÇÃO

  • Antonio Roazzi Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
  • Maria Rosangela Veloso Universidade Federal do Piauí
  • Bruno Campello de Souza Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
  • Alexsandro Medeiros do Nascimento Universidade Federal de Pernambuco - UFPE
  • Suely Mascarenhas Universidade Federal do Amazonas
  • Maíra Roazzi

Resumo

O estudo realizado teve como objetivo identificar que fatores determinam nos adolescentes dos sexos masculino e feminino, respectivamente os comportamentos: “usar a camisinha” e “pedir o parceiro para usar a camisinha”. Os questionários foram aplicados em uma amostra formada por 390 adolescentes de ambos os sexos - 190 adolescentes do sexo masculino e 200 do sexo feminino (faixa etária entre 13 e 19 anos de idade), pertencentes à 8ª série do 4º ciclo do Ensino Fundamental das Escolas Públicas da Rede Estadual de ensino.

A Teoria da Ação Racional fundamentou teoricamente o estudo, que foi constituído por duas investigações. Em um primeiro momento foi realizado levantamento prévio, através de entrevistas semiestruturadas, das crenças comportamentais e das normativas modais salientes com uma sub-amostra de 80 adolescentes de ambos os sexos. A partir deste levantamento foram elaborados dois questionários, um para cada sexo. Os preditores encontrados para o comportamento do sexo masculino, “usar a camisinha”, foram em ordem de prioridade os componentes normativos: (1) Norma Subjetiva e (2) duas Crenças Normativas “meus amigos” e “Televisão”. Para o sexo feminino, os preditores foram em ordem de relevância. Inicialmente, (1) a Norma Subjetiva, (2) a Crença Normativa “meus amigos”, (3) a Atitude “pedir ao meu parceiro para usar a camisinha ... é bom/ruim”, e (4) a Crença Comportamental “... vai diminuir o prazer sexual dele”. Estes resultados são discutidos visando fornecer suporte para a montagem de programas preventivos-educativos a serem implantados no âmbito escolar.

Palavras-chave: Aids, uso da camisinha, prevenção Aids, Teoria da Ação Racional, percepção de risco.

Publicado
2020-07-01