MORFEMAS ASPECTUAIS NA VARIEDADE BRASILEIRA DA LÍNGUA JAPONESA

Palavras-chave: -yor, -tor, ari-yor-u, Morfemas aspectuais, Variedade Brasileira da Língua Japonesa

Resumo

A imigração japonesa no Brasil deu origem a uma variedade da língua japonesa distinta daquela falada no arquipélago japonês. Uma das características do falar dos imigrantes japoneses e seus descendentes residentes no Distrito Federal é a presença dos morfemas aspectuais –yor e –tor que são vistas em construções verbais como mi-yor-u, mi-tor-u ‘ver-asp-npsd’. A presença destes morfemas na língua japonesa falada no Brasil é confirmada em levantamentos preliminares do que é denominado, nesta pesquisa, de Variedade Brasileira da Língua Japonesa (VBLJ) como os de Takano (2013) e de Ferreira (2009). O presente trabalho tem como objetivo descrever o uso e a distribuição destes morfemas aspectuais na VBLJ. A fonte da análise foi coletada solicitando aos colaboradores a narrativa do vídeo Pear Stories. Participaram desta pesquisa, 34 nipo-brasileiros compostos por imigrantes, filhos e netos de imigrantes japoneses residentes no Distrito Federal. As ocorrências do morfema –yor deram aos verbos uma leitura aspectual progressiva, enquanto o morfema –tor oscilou entre leitura progressiva e resultativa de acordo com a transitividade do verbo ao qual se afixa com exceções em alguns verbos.

Biografia do Autor

Kaoru Tanaka de Lira, Universidade de Brasília

Professora Assistente do Curso de Letras - Japonês do Departamento de Línguas Estrangeiras e Tradução (LET) da Universidade de Brasília - UnB.

Referências

COMRIE, B. Aspect: An Introduction to the Study of Verbal Aspect and Related Problems. Cambridge: Cambridge University Press, 1976.

ERBAUGH, M. S. What Are The Pear Stories? The Chinese Pear Stories - Narrative Across Seven Chinese Dialects, 2001. Disponivel em: <http://www.pearstories.org/docu/ThePearStories.htm>. Acesso em: Agosto 2017.

FERREIRA, M. D. L. Análise dos morfemas -toru e -te iru no japonês do Distrito Federal. Anais do XX ENPULLCJ / VII CIEJB, São Paulo, agosto 2009. 337-344.

MASE, Y. A língua japonesa dos imigrantes japoneses e seus descendentes no Brasil. Estudos Japoneses, São Paulo, v. 7, p. 137-146, 1987. ISSN 1413-8298.

TAKANO, Y. Esboço do atlas do falar dos nipo-brasileiros do Distrito Federal: Aspecto Semântico-Lexical. São Paulo: Universidade de São Paulo. Tese, 2013. 361 p. Disponível em: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8139/tde-07062013-110156/pt-br.php.

VELUPILLAI, V. An introduction to linguistic typology. Amsterdão: John Benjamins Publishing Company, 2012.

Publicado
2020-08-22