DOCENTES DA EDUCAÇÃO BÁSICA E A COMPREENSÃO DA SEXUALIDADE COMO CONTEÚDO CURRICULAR

  • Neil Franco Universidade Federal de Juiz e Fora - UFJF
  • Welson Barbosa Santos Universidade Federal de Goiás - UFGO
  • Eliane Rose Maio Universidade Estadual de Maringá - UEM
Palavras-chave: Sexualidade, Escola, Docentes

Resumo

O objetivo deste estudo é de contextualizar e refletir sobre como docentes da Educação Básica da cidade de Uberlândia-MG compreendem a inserção da temática da sexualidade no cotidiano escolar. Setenta e três professoras/es compuseram o universo investigado. Responderam a um questionário cujas informações foram analisadas à luz de referenciais teóricos e documentais enfocando a relação sexualidade e educação. Para os sujeitos investigados, a sexualidade deve ser discutida na escola consistindo de um processo que vai além da prática sexual; mesclando entre uma responsabilidade coletiva e específica no que se refere ao corpo docente e devendo ser iniciada desde as séries iniciais. No entanto, contradições foram evidenciadas ao elencarem as temáticas de abordagem pedagógica, permanecendo vinculados/as à preocupação com a gravidez na adolescência e a prevenção às DST que, quando discutidas na escola, destinam-se somente aos/às alunos/as da segunda fase do Ensino Fundamental.

Publicado
2019-01-03
Seção
Artigos