Violence et conflits contre les peuples indigènes d’Amazonie en 2019

  • La Recherche en Education - Direction de la Publication

Resumo

Este artigo tem o objetivo de evidenciar a violência e conflitos aos povos indígenas da Amazônia no ano de 2019, com base na análise de conteúdo presente no relatório de Violência contra os Povos Indígenas no Brasil, lançado em 30 de setembro de 2020, pelo Conselho Indigenista Missionário (CIMI). A região do Alto Solimões no Estado do Amazonas é uma das mais afetadas, pois abrange uma área de 214 mil quilômetros quadrados, onde vivem aproximadamente 240 mil habitantes. Com base na Lei de Acesso à Informação, o CIMI obteve da Sesai dados parciais de suicídio e mortalidade na infância indígena. Foram registrados 133 suicídios em todo o país em 2019; 32 a mais que os casos registrados em 2018. Os estados do Amazonas (59) e Mato Grosso do Sul (34) foram os que registraram as maiores quantidades de ocorrências. A violência aos povos indígenas não pode ser banalizada e sim enfrentada, já que o relatório demonstra um total de 277 casos de violência praticados contra a pessoa indígena em 2019 no cenário brasileiro, seja nas aldeias ou no meio urbano. 

Publicado
2021-07-23
Seção
Artigos