Colonialismo, Saberes e Fronteiras epistêmicas: algumas hipóteses à guisa de provocação (ou “algumas provocações à guisa de hipótese”)

  • Estevão Estevão Rafael Fernandes
  • Fabiano Gontijo
  • Vico Melo
  • Michel Justamand

Resumo

Fazendo um apanhado geral de ideias relacionando o colonialismo acadêmico às potencialidades de se fazer pesquisa em regiões localizadas nas periferias do sistema hegemônico de (re)produção de conhecimentos, este texto pretende provocar reflexões sobre o papel desses espaços no jogo de forças da academia.


Palavras-chave: Hegemonia epistêmica. Fronteiras. Anticolonialismo.


 

Publicado
2018-06-21
Como Citar
ESTEVÃO RAFAEL FERNANDES, Estevão et al. Colonialismo, Saberes e Fronteiras epistêmicas: algumas hipóteses à guisa de provocação (ou “algumas provocações à guisa de hipótese”). Somanlu: Revista de Estudos Amazônicos, [S.l.], v. 17, n. 2, p. 80-86, jun. 2018. ISSN 2316-4123. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/somanlu/article/view/4573>. Acesso em: 19 out. 2018. doi: https://doi.org/10.17563/somanlu.v17i2.4573.
Seção
Artigos