OS ROMÂNTICOS ÍNDIOS DA AMAZÔNIA NO PROJETO DE NAÇÃO BRASILEIRA: LITERATURA E PENSAMENTO SOCIAL

  • Maria Lucia Tinoco Pacheco

Resumo

A proposta deste texto é abrir uma reflexão em torno da representação indígena em O Guarani e Iracema em contraponto aos descritos nas obras Os Selvagens e Simá. Escritas respectivamente por Francisco Gomes Ferreira e Lourenço da Silva Araújo Amazonas, as obras também indianistas e centradas no espaço amazônico, apresentam-nos outros indígenas. Mesmo publicados no mesmo período, somente os primeiros alcançaram status de clássico, fato que nos leva a pensar sobre a eleição de um paradigma indígena como referência de identidade nacional em detrimento de outros. Nesse debate é necessário tratar do contexto histórico em que os textos foram produzidos, bem como pontuar no pensamento social brasileiro o uso da literatura como instrumento intelectual de viés político e ideológico no laborioso plano de nação brasileira.



Palavras-chave: Romantismo Indianista. Pensamento Social Brasileiro. Amazônia

Publicado
2017-12-18
Como Citar
PACHECO, Maria Lucia Tinoco. OS ROMÂNTICOS ÍNDIOS DA AMAZÔNIA NO PROJETO DE NAÇÃO BRASILEIRA: LITERATURA E PENSAMENTO SOCIAL. Somanlu: Revista de Estudos Amazônicos, [S.l.], v. 15, n. 1, p. 07-24, dez. 2017. ISSN 2316-4123. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/somanlu/article/view/4049>. Acesso em: 18 jul. 2018. doi: https://doi.org/10.17563/somanlu.v15i1.4049.
Seção
Artigos