MORFODINÂMICA NA CONFLUÊNCIA DOS RIOS SOLIMÕES-AMAZONAS E NEGRO, E A ORGANIZAÇÃO SÓCIOESPACIAL NA COSTA DO REBOJO E TERRA NOVA NO PERÍODO DE 1952 A 2016.

  • Mayara Queiroz dos Santos UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS
  • José Alberto Lima de Carvalho UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS

Resumo

Os processos fluviais de erosão, transporte e deposição de sedimentos fazem parte da dinâmica dos canais fluviais. O presente trabalho busca compreender como a dinâmica fluvial vem alterando a morfologia das margens do canal do rio Solimões-Amazonas na Costa do Rebojo e Terra Nova, bem como as consequências socioespaciais destes processos no período de 1952 a 2016.

Publicado
2018-12-17
Como Citar
SANTOS, Mayara Queiroz dos; CARVALHO, José Alberto Lima de. MORFODINÂMICA NA CONFLUÊNCIA DOS RIOS SOLIMÕES-AMAZONAS E NEGRO, E A ORGANIZAÇÃO SÓCIOESPACIAL NA COSTA DO REBOJO E TERRA NOVA NO PERÍODO DE 1952 A 2016.. REVISTA GEONORTE, [S.l.], v. 9, n. 33, p. 237-240, dez. 2018. ISSN 2237-1419. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/revista-geonorte/article/view/5000>. Acesso em: 19 mar. 2019. doi: https://doi.org/10.21170/geonorte.2018.V.9.N.33.237.240.
Seção
Anais do Seminário de Projetos do Programa de Pós-graduação em Geografia -UFAM