CHEIAS NA AMAZÔNIA: ESTUDO SOCIOAMBIENTAL NA CIDADE DE TEFÉ - AM

  • Amanda Caroline Cabral da Silva UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS
  • José Alberto Lima de Carvalho UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS

Resumo

Um dos fatores naturais na organização do espaço e na vida dos moradores ribeirinhos na Amazônia é a sazonalidade de seus rios. Na medida em que aumenta a população dispersa concentrada em núcleos urbanos, associados a cheias cada vez maiores, aumenta também em escala proporcional os problemas socioambientais, com é o caso da cidade de Tefé, localizada no Médio Solimões. O presente estudo teve como objetivo analisar os impactos causados pelas cheias na cidade de Tefé. Embora seja um fenômeno natural na região amazônica, as cheias estão cada vez maiores e mais frequentes, tornando- se um problema de ordem socioambiental para os habitantes das margens dos rios amazônicos. Para o desenvolvimento da mesma foi elaborado referencial teórico-metodológico e realizados trabalhos de campos. A partir do mesmo foi identificado os impactos causados pelas cheias, cujo existe um aglomerado de pessoas que, por necessidade e falta de controle das instituições públicas, ocupam áreas de controle do rio de forma indevida, vindo a sofrer as consequências dos mesmos durante o transbordamento.

Publicado
2018-12-16
Como Citar
SILVA, Amanda Caroline Cabral da; CARVALHO, José Alberto Lima de. CHEIAS NA AMAZÔNIA: ESTUDO SOCIOAMBIENTAL NA CIDADE DE TEFÉ - AM. REVISTA GEONORTE, [S.l.], v. 9, n. 33, p. 170-174, dez. 2018. ISSN 2237-1419. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/revista-geonorte/article/view/4986>. Acesso em: 16 jan. 2019. doi: https://doi.org/10.21170/geonorte.2018.V.9.N.33.170.174.
Seção
Anais do Seminário de Projetos do Programa de Pós-graduação em Geografia -UFAM