COTIDIANO E VIOLÊNCIA: A ESPETACULARIZAÇÃO DA VIOLÊNCIA COMO SUBSISTEMA NA SOCIEDADE DE CONSUMO DIRIGIDO/ Violence and daily life: The spectacularization of violence as a subsystem in the consumer society directed

A ESPETACULARIZAÇÃO DA VIOLÊNCIA COMO SUBSISTEMA NA SOCIEDADE DE CONSUMO DIRIGIDO

  • Risaldo Lima Duarte UFAM
  • Amélia Regina Batista Nogueira

Resumo

O cotidiano não deve ser compreendido como um sistema único, ele é formado por um conjunto de sistemas ou subsistemas como a moda, a cozinha, o automóvel, a sexualidade, o erotismo e o turismo. Portanto, a violência e o espetáculo que se faz dos atos violentos se constitui um subsistema? A partir desse questionamento, esse trabalho busca discutir a ideia de que a espetacularização da violência presente no cotidiano pode ser considerada como um desses subsistemas. Trata-se de uma discussão teórica acerca da violência estabelecida no cotidiano, em que os atos violentos são consumidos em forma de espetáculo. Os objetivos desse texto foram: compreender a espetacularização da violência como um subsistema; entender a violência como mercadoria e apresentar as condições necessárias para estabelecer essa espetacularização com um subsistema. O estudo apontou aspectos que revelam o consumo direcionado ao uso de atos violentos como uma mercadoria espetacular, capaz de definir a espetacularização da violência como um subsistema dentro da sociedade burocrática de consumo dirigido.

Publicado
2018-04-03
Como Citar
DUARTE, Risaldo Lima; NOGUEIRA, Amélia Regina Batista. COTIDIANO E VIOLÊNCIA: A ESPETACULARIZAÇÃO DA VIOLÊNCIA COMO SUBSISTEMA NA SOCIEDADE DE CONSUMO DIRIGIDO/ Violence and daily life: The spectacularization of violence as a subsystem in the consumer society directed. REVISTA GEONORTE, [S.l.], v. 9, n. 31, p. 77-88, abr. 2018. ISSN 2237-1419. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/revista-geonorte/article/view/4372>. Acesso em: 25 maio 2018. doi: https://doi.org/10.21170/geonorte.2018.V.9.N.31.77.88.