As tribos urbanas digitais, a música neofolk europeia e o boi bumbá de Parintins: manifestações do global-local sob a ótica dos ecossistemas comunicacionais

  • Rosimeire de Carvalho Martins
  • Fabio Reis Botelho

Resumo

O presente artigo mostra um estudo baseado nas construções conceituais dos ecossistemas comunicacionais, tendo como objeto as tribos urbanas digitais, que possuem em comum a adoção de estilos musicais do neofolk, especialmente o neofolk europeu, o folk metal e o boi-bumbá de Parintins, além de outras manifestações similares, formadas a partir das mídias sociais da rede mundial de computadores, explorando não só essas midias, mas outros elementos de comunicação que fazem parte dos ecossistemas comunicativos observados nesses grupamentos. De acordo com a pesquisa aqui demonstrada, embora não haja a limitação geográfica típica das tribos urbanas, as características que as definem se mantém e os processos comunicacionais são similares.

Palavras-chave: ecossistemas comunicacionais, tribos urbanas, redes sociais, neofolk, boi bumbá.
Publicado
2017-06-29
Como Citar
MARTINS, Rosimeire de Carvalho; BOTELHO, Fabio Reis. As tribos urbanas digitais, a música neofolk europeia e o boi bumbá de Parintins: manifestações do global-local sob a ótica dos ecossistemas comunicacionais. Revista Eletrônica Mutações, [S.l.], v. 8, n. 14, p. 321-335, jun. 2017. ISSN 2178-7018. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/relem/article/view/3603>. Acesso em: 16 out. 2018.