FORMAÇÃO E PRÁXIS DO EDUCADOR

REFLEXÕES COM FOCO EM MARX, KANT E CONDORCET

  • Adan Renê Pereira da Silva Universidade Federal do Amazonas - UFAM
  • Thayza Wanessa Silva Souza Felipe Universidade Federal do Amazonas - UFAM
  • Suely Aparecida do Nascimento Mascarenhas Universidade Federal do Amazonas - UFAM

Resumo

artigo propõe-se discutir as relações entre formação e práxis do educador com
foco em três autores, Marx, Kant e Condorcet, por serem clássicos que permitem refletir acerca da temática. Para tanto, empreendeu-se leitura de determinadas obras consideradas “clássicas”. São elas: O Capital, Sobre a Pedagogia, Relatório e Projeto de Decreto sobre a organização geral da instrução pública. Em relação ao O Capital, dada sua extensão, privilegiaram-se os capítulos V, VIII, XI, XII e XIII, para que fossem pensados aspectos ligados ao trabalho docente. Como principal conclusão, pudemos atrelar, em um mesmo texto, questões que unem uma tríade: Onde? Com quem? Por quê?. No que toca ao onde?, refletindo sobre o trabalho, no que tange ao com quem?, refletiu-se sobre a criança em sua relação com o docente e, finalmente, no por quê?, averiguamos o ensino, o que nos leva a ensinar e quais os objetivos da educação. Notou-se que, mais do que propor respostas, encontramos perguntas relevantes para que o educador/educadora transforme seu trabalho em práxis, refletindo sobre o
seu fazer.

Publicado
2018-08-13
Como Citar
PEREIRA DA SILVA, Adan Renê; SOUZA FELIPE, Thayza Wanessa Silva; DO NASCIMENTO MASCARENHAS, Suely Aparecida. FORMAÇÃO E PRÁXIS DO EDUCADOR. Revista Ensino de Ciências e Humanidades - RECH, [S.l.], v. 2, n. 1, Jan-Jun, p. 49-67, ago. 2018. ISSN 2594-8806. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/rech/article/view/4756>. Acesso em: 21 out. 2018.
Seção
Artigos