INCLUSÃO DIGITAL POR MEIO DA CULTURA MAKER NA ESCOLA PÚBLICA

UMA EXPERIÊNCIA COLABORATIVA DO SCRATCH COM AUTISTAS

  • Maria Djelma Bezerra Brito Universidade Federal do Oeste do Pará - UFOPA
  • Adriane Panduro Gama Universidade Federal do Oeste do Pará - UFOPA
  • Tania Suely Azevedo Brasileiro Universidade Federal do Oeste do Pará - UFOPA

Resumo

Este texto vem abordar sobre a cultura Maker, apresentada através de um
software denominado Scratch, em uma escola municipal da cidade de Santarém/Pará.
Durante toda a história da humanidade, o ato “fazer” passou por momentos de glória e
preconceitos, principalmente em dicotomia com o ato “pensar”. Nos tempos emergentes é hora de retomar, de forma mais significativa, em meio ao pensamento dominante, o seu papel humanizador de “reinvenção do ato produtivo” (FREIRE, 1990). Outro aspecto discutido é a temática que envolve o Autismo com a tecnologia digital, pois observa-se um interesse muito grande voltado para essa área, o que faz com que o uso de tais tecnologias possam fazer com que crianças e adolescentes autistas venham encontrar nelas uma forma mais amena de se relacionar com o mundo exterior ao que vivem. Uma vez aplicado o projeto na escola, foi realizada uma pesquisa com os futuros docentes envolvidos, através de um questionário eletrônico. Utilizamos a plataforma Google Forms para elaborar o formulário, o qual foi escolhido por ser um modo pratico de aplicação. Os resultados obtidos foram de um ganho significativo para o desenvolvimento do trabalho de conclusão de curso da bolsista pesquisadora. Dessa forma, podemos afirmar que os resultados obtidos em um âmbito geral do estudo, foi deveras satisfatório.

Publicado
2018-08-13
Como Citar
BEZERRA BRITO, Maria Djelma; GAMA, Adriane Panduro; AZEVEDO BRASILEIRO, Tania Suely. INCLUSÃO DIGITAL POR MEIO DA CULTURA MAKER NA ESCOLA PÚBLICA. Revista Ensino de Ciências e Humanidades - RECH, [S.l.], v. 2, n. 1, Jan-Jun, p. 8-30, ago. 2018. ISSN 2594-8806. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/rech/article/view/4754>. Acesso em: 21 out. 2018.
Seção
Artigos