ALIANCISTAS E INTEGRALISTAS: DISPUTAS POLÍTICAS E IDEOLÓGICAS NO AMAZONAS

  • Davi Monteiro Abreu Programa de Pós-Graduação em História. Universidade Federal do Amazonas (UFAM)

Resumo

A ascensão do fascismo na Europa incentivou a criação de várias agremiações de mesmo cunho no Brasil, essas se aglutinariam na Ação Integralista Brasileira (AIB), articulada por Plínio Salgado que, em viagem ao Velho Continente, pode conhecer pessoalmente Mussolini. Neste bojo, ao mesmo tempo em que o fascismo crescia e ganhava força, proliferavam também as frentes de combate a este. No Brasil, a Aliança Nacional Libertadora (ANL) surgiu com este objetivo, reunindo em torno de si pessoas de várias classes sociais que também colocavam em pauta a luta contra o latifúndio, o imperialismo e contra o pagamento da divida externa. Neste artigo, temos como objetivo contribuir historiograficamente para a compreensão da história social e política no Estado do Amazonas apresentando o quadro do político-social no Brasil e no Amazonas na década de 1930, destacando os aspectos políticos e sociais que levaram a criação da AIB e da ANL no Estado do Amazonas.

Publicado
2018-10-03
Como Citar
ABREU, Davi Monteiro. ALIANCISTAS E INTEGRALISTAS: DISPUTAS POLÍTICAS E IDEOLÓGICAS NO AMAZONAS. Manduarisawa - Revista Eletrônica Discente do Curso de História da UFAM, [S.l.], v. 2, n. 2, p. 01-18, out. 2018. ISSN 2527-2640. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/manduarisawa/article/view/4829>. Acesso em: 19 out. 2018.