A REPRESENTAÇÃO SOCIAL DA MULHER E A CULTURA DO MACHISMO

  • GILMARA PINHEIRO DE ANDRADE UNIVERSIDADE ESTADUAL DE RORAIMA

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo realizar uma abordagem multidisciplinar das relações de gênero, fundamentada em literaturas de autores que discutem as categorias que tratam das relações entre homens e mulheres na sociedade. O presente estudo traz apontamentos, tais como, a verificação dos discursos sociais sobre as masculinidades e feminilidades, como construções ideológicas naturalistas que dividem os papéis sexuais a partir de estereótipos pré-concebidos desde a infância; bem como, de que forma tais discursos incidem para a prática dos crimes de violência doméstica contra as mulheres. De modo que, por meio de uma análise social e antropológica do fenômeno da violência contra a mulher, pretende-se demonstrar que esta é fruto de construções sociais e históricas, que estão presentes na atual sociedade, e que esta violência tem vitimado um número elevado de mulheres, que convivem diariamente com as desigualdades de gênero em todo o país.

Publicado
2019-12-27
Seção
Dossiê Temático