A EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA PERSPECTIVA DA GEOGRAFIA HUMANISTA: ENTRE O SER E O TER A NATUREZA/ Environmental Education in the Perspective of Humanist Geography: To be part of or to Possess the Nature

Palavras-chave: Cidadania, Dominação, Conscientização, Sustentabilidade

Resumo

O presente artigo circunscreve as espacialidades cognitivas produzidas durante as experiências pedagógicas do ensino superior na disciplina de educação ambiental, as sugestões e as aplicações vividas em sala de aula foram analisadas e evidenciadas visando compartilhar os sentimentos de alguns discentes de geografia sobre o tema educação ambiental. O artigo também utiliza uma perspectiva analítica do método hermenêutico-fenomenológico que busca compreender as ações humanas no espaço, em suas construções e experiências. Utilizou-se o viés metodológico qualitativo, com a tipologia descritiva e explicativa, visando demonstrar o desenvolvimento do raciocínio voltado à educacional ambiental e sustentabilidade na compreensão fenomenológica, que é forjada no ser humano desde seu nascimento. Após análises, percebeu-se a necessidade do docente elaborar um plano de ensino, onde seja levado em conta alguns tópicos: a integração e harmonia com o ecossistema entre pessoas e os espaços vividos, a sensibilização de que todos fazem parte do planeta e são parte da natureza, conscientizar o papel cidadão do docente ou bacharel em geografia, o entendimento sobre o fetiche do consumo, são reflexões que devem ser compartilhados com os acadêmicos. Constatou-se que o entendimento da proposição humanística para educação ambiental reflete em uma consciência questionadora de si e das ações praticadas. Pensar no posicionamento dos professores de geografia e o quanto estes em sua ação didática podem contribuir para o florescimento de uma consciência cidadã voltada para educação ambiental e política, questionadora com sua essência na relação com a natureza.

Referências

AGENDA 21 - Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento. Edição da Secretária do Meio Ambiente.
ANTUNES, Celso (Coord.). Geografia e Didática. Petrópolis: Vozes, 2014.
ARAÚJO, Regina Célia. Manual do Candidato: Geografia. Brasília: ministério das relações exteriores, 2007. p. 143-182.
BERNARDES, Júlia Adão; FERREIRA, Francisco Pontes de Miranda. Sociedade e natureza. In: CUNHA, Sandra Baptista e GUERRA, Antonio José Teixeira (Orgs). A questão ambiental: diferentes abordagens. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2012. 17-41.
BRASIL. Lei 9.795 Educação Ambiental. Brasília: Casa Civil Planalto Federal, 1999.
CAVALCANTI, Lana de Souza e SOUZA, Vanilton Camilo de. A Formação do professor de Geografia para atuar na educação cidadã. In Anais XIII Colóquio Internacional de Geocrítica: El control del espacio y los espacios de control: Barcelona, 2014. p. 1-16.
CASTROGIOVANNI, Antônio Carlos. Diferentes conceitos nas complexas práticas de ensino em geografia. In TONINI, Ivaneide Maria; CASTROGIOVANNI, Antônio Carlos;
CHIAVENATO, Júlio José. O massacre da Natureza. São Paulo: Moderna, 1989.
FREIRE, Paulo. Educação e Mudança. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.
GADOTTI, Moacir. Pedagogia da Terra. São Paulo: Editora Petropolis, 2000. p. 28-101.
GOULART, Ligia Beatriz; KAERCHER, Nestor André; MARTINS, Rosa Elisabete Militz Wypyczynski. O ensino de geografia e suas composições curriculares. Porto Alegre, 2014. p. 175-184.
JACOBI, Pedro. Educação Ambiental, Cidadania e Sustentabilidade. In Cadernos de Pesquisa: n. 118, 2003. p. 189-205. Disponível em http://www.scielo.br/pdf/cp/n118/16834.pdf - acessado em 02 de agosto de 2018.
MARTINS, Rosa Elisabete Militz Wypycznski. A trajetória da geografia e o seu ensino no século XXI. In TONINI, Ivaneide Maria; CASTROGIOVANNI, Antônio Carlos; GOULART, Ligia Beatriz; KAERCHER, Nestor André; MARTINS, Rosa Elisabete Militz Wypyczynski. O ensino de geografia e suas composições curriculares. Porto Alegre, 2014. p. 61-76.
MEC. Vamos cuidar do Brasil: conceitos e práticas em educação ambiental na escola. Brasília: UNESCO, 2007.
MELLO, Márcia Cristina de Oliveira. Da teoria à prática do ensino da geografia. In Revista UNIVESP - Conteúdos e didática de Geografia: UNESP, 2015. p. 119-151
PONTUSCHKA, Nídia Nacib. A Geografia: Pesquisa e Ensino. In: CARLOS, Ana Fani Alessandri. Novos caminhos da Geografia. São Paulo: Contexto, 2002. p. 111-142.
PORTO-GONÇALVES, Carlos Walter; HAESBAERT, Rogério. A nova Des-Ordem Mundial. São Paulo: editora UNESP, 2011.
PORTO GONÇALVES, Carlos Walter. Os descaminhos do meio Ambiente. São Paulo: Contexto, 1998.
RICOEUR, Paul. A memória, a história, o esquecimento. Campinas: UNICAMP, 2007.
RICOEUR, Paul. Interpretação e ideologias. Rio de Janeiro: F. Alves, 1990.
SILVA, Armando Corrêa da. Geografia e Lugar Social. São Paulo: Contexto, 1991.
SILVA, Sérgio Ulisses; FARIA, Jatobá Lúcia Cony; VARGAS, Glória Maria. Ecologismo, Ambientalismo e Ecologia Política: diferentes visões da sustentabilidade e do território. In Sociedade e Estado, Brasília, v. 24, n. 1, jan./abr. 2009. p. 47-87.
STRAFORINI, Rafael. Ensinar Geografia nas Séries Iniciais: o desafio da totalidade mundo. Dissertação (Mestrado em Geociências) apresentada na Universidade Estadual de Campinas, no Programa de Pós-Graduação em Geociências na Área de Educação Aplicada as Geociências: Campinas, 2001. p. 155f.
TONINI, Ivaneide Maria; CASTROGIOVANNI, Antônio Carlos; GOULART, Ligia Beatriz; KAERCHER, Nestor André; MARTINS, Rosa Elisabete Militz Wypyczynski. O ensino de geografia e suas composições curriculares. Porto Alegre, 2014.
Publicado
2019-12-09
Seção
Artigos