CAPACIDADE DE USO E APTIDÃO AGRÍCOLA DE UMA FAZENDA EM SÃO DOMINGOS DO ARAGUAIA (PA)/ Capacity of use and agricultural aptitude of a farm in São Domingos do Araguaia (PA)

  • Bruno Barbosa da França Universidade Estadual do Tocantins – UNITINS
  • Jimmy Johmsom Mesquita Lima Universidade Estadual do Tocantins – UNITINS
  • Kattyely Araújo Sousa Universidade Estadual do Tocantins – UNITINS
  • Lucas Felipe Araújo Lima Universidade Estadual do Tocantins – UNITINS
  • Matheus Alves dos Santos Universidade Estadual do Tocantins – UNITINS
  • Sérgio Soares do Carmo Universidade Estadual do Tocantins – UNITINS
  • Michele Ribeiro Ramos Universidade Estadual do Tocantins – UNITINS
Palavras-chave: Capacidade de uso; Aptidão agrícola; solos; geoprocessamento.

Resumo

A crescente utilização das terras, sem considerar suas potencialidades e limitações, acarreta à degradação ao solo. Para tanto se faz necessário que o uso da terra seja adequado às condições propiciadas pelos elementos físicos da paisagem. Este trabalho teve como objetivo analisar e classificar os solos da fazenda Cristalina no Município de São Domingos do Araguaia, PA, através da apresentação do mapeamento da Capacidade de Uso e da Aptidão Agrícola das Terras. Para isso foram construídos mapas, através do software ArcGIS, que espacializa as principais restrições nos dois sistemas de classificação de terras. A classificação das terras da fazenda Cristalina, PA para uso agrícola sofreu consideráveis limitações, a primeira se justifica pela própria localidade da propriedade. Esta fazenda se encontra em pleno Bioma Amazônia, por isto amparado por leis, precauções acerca de uso agrícola deverão ser tomadas respeitando-se o conceito da Amazônia Legal.

Biografia do Autor

Bruno Barbosa da França, Universidade Estadual do Tocantins – UNITINS

Acadêmico do curso de Engenharia agronômica da Universidade Estadual do Tocantins

Técnico em Rede de Computadores  e Analista de GIS          

 

Jimmy Johmsom Mesquita Lima, Universidade Estadual do Tocantins – UNITINS

Acadêmico do curso de engenharia agronômica da Universidade Estadual do Tocantins

Kattyely Araújo Sousa, Universidade Estadual do Tocantins – UNITINS

Acadêmica do curso de engenharia agronômica da Universidade Estadual do Tocantins

Técnica em agropecuária

Lucas Felipe Araújo Lima, Universidade Estadual do Tocantins – UNITINS

Acadêmico do curso de engenharia agronômica da Universidade Estadual do Tocantins

Matheus Alves dos Santos, Universidade Estadual do Tocantins – UNITINS

Acadêmico do curso de engenharia agronômica da Universidade Estadual do Tocantins

Sérgio Soares do Carmo, Universidade Estadual do Tocantins – UNITINS

Acadêmico do curso de engenharia agronômica da Universidade Estadual do Tocantins

Referências

Código Florestal Brasileiro. Disponível em: Acesso em 26 de out. 2018

COSTA, A. S da. Levantamento da capacidade de uso da terra na fazenda afluente do quipauá, em ouro branco (RN). Universidade Federal de Campina Grande Centro de Saúde e Tecnologia Rural Unidade Acadêmica de Engenharia Florestal Campus de Patos– PA, 2009. Tese de Doutorado.

FARIAS, M. H. C. S.; BELTRÃO, N. E. S.; SANTOS, C. A.; CORDEIRO, Y. E. M. Zoneamento ecológico- econômico do estado do Pará: fundamentos e potencialidade. Revista Geográfica Acadêmica. Boa Vista, RR. V. 10, n. 1, p.17-26, 2016. ISSN 1678-7226.

FERREIRA, Leandro Valle; VENTICINQUE, Eduardo; ALMEIDA, Samuel. O desmatamento na Amazônia e a importância das áreas protegidas. Estud. av., São Paulo , v. 19, n. 53, p. 157-166, Apr. 2005 . Available from . access on 10 Apr. 2019. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-40142005000100010.

INSTITUTO DO HOMEM E MEIO AMBIENTE DA AMAZONIA (IMAZON). Pará é o estado com maior índice de desmatamento da Amazônia Legal, aponta Imazon, 2018. Disponível em: < https://g1.globo.com/pa/para/noticia/para-e-o-estado-com-maior-indice-de-desmatamento-da-amazonia-legal-aponta-imazon.ghtml> Acesso em: 23 de dez. 2018.

JÚNIOR, J. F do V; SOUZA, M. I. L de; PEDRO PAULO RAMOS RIBEIRO DO NASCIMENTO, P. P. R; SOUZA CRUZ, D.L de. Solos da Amazônia: etnopedologia e desenvolvimento sustentável. Revisão Temática Centro de Ciências Agrárias - Universidade Federal de Roraima, Boa Vista, RR. Revista Agroambiente On-line, v. 5, n. 2, p.158-165, maio-agosto, 2011.

KOBIYAMA, M; MINELA, J. P. G; FABRIS, R. Áreas degradadas e sua recuperação. Informe Agropecuário, Belo Horizonte, V.22, n. 210, p.10-17, maio/jun. 2001.

MARGULIS, S. Causas do Desmatamento da Amazônia Brasileira. Brasília – Jul. 2003. ISBN: 85-88192-10-1, 100 p.

PEREIRA, L. C. & NETO, F. L. Avaliação da aptidão agrícola das terras: proposta metodológica. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Embrapa Meio Ambiente. Jaguariúna, SP. 36p, dezembro, 2004. ISSN 1516-4691.

RAMALHO FILHO, A. & BEEK, K. J. Sistema de avaliação da aptidão agrícola das terras. 3. ed. rev. Rio de Janeiro: EMBRAPA-CNPS, 1995. 65 p.

RAMOS, M. R.; CURCIO, G. R.; DEDECEK, R. A.; SILVA, A. R.; LUNZ, A. M. Levantamento e mapeamento de solos da fazenda Cristalina, São Domingos do Araguaia, PA. EMBRAPA FLORESTAS. Capanema – PA, 2016. In: II Encontro regional de Ciência do Solo na Amazônia Oriental.

SILVA, F.B da. Aptidão de uso do solo em uma propriedade rural de Santa Margarida do Sul, RS. São Gabriel-RS. Dez, 2011. Tese de Doutorado.
Publicado
2019-12-11
Seção
Artigos