A ETNIA TENHARIM E A RETOMADA DOS DIREITOS USURPADOS:

UMA LEITURA SOBRE OS ANTAGONISMOS ENTRE A ETNOPOLÍTICA E OS INTERESSES CAPITALISTAS

  • Jainne de Castro Bandeira Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

Resumo

O presente artigo discute sobre os dispositivos legais que asseguram os direitos dos povos indígenas. Refletimos sobre os processos de organização etnopolítica da etnia Tenharim após vivenciarem a abertura da Br-230 em 1972. Nesse contexto, os indígenas foram assassinados, explorados e violentados simbólica e fisicamente. Até os dias atuais, os Tenharim sofrem com as consequências desse processo. Analisamos e problematizamos esse contexto de conflito, com o objetivo de engendrarmos reflexões que transcendam a enunciação midiática que muitas vezes, oferece a notícia deturpada intencionalmente corroborando com os processos de criminalização que experimentam o povo Tenharim.

Publicado
2020-03-06