A CATALOGAÇÃO NO ÂMBITO DAS CINCO LEIS DA BIBLIOTECONOMIA

  • Márcia Regina Pereira Sapia UNIR-Universidade Federal de Rondônia
  • Henrique Cesar Ramos Farias UNIR-Universidade Federal de Rondônia

Resumo

A informação avançou as fronteiras geográficas e espaciais exigindo a organização dos seus suportes para facilitação no seu acesso e consequente uso. A preocupação com a organização dessa informação de forma a atender os usuários em suas necessidades mais específicas deu surgimento à Catalogação que veio firmar-se como algo maior e mais significativo do que uma simples relação ou inventário. Sua execução resulta nos Catálogos que são os instrumentos através dos quais essa organização é comunicada, é possibilitada ao usuário. Nesse contexto, a Catalogação é fundamental na prática biblioteconômica que se norteia pelas Cinco Leis da Biblioteconomia, posto sua importância para que efetivamente os itens disponibilizados em bibliotecas sejam para uso, quando então possa ser facultado o encontro do usuário com o item de sua preferência e o encontro desse item com o seu usuário, caminhando-se para poupar o tempo desse usuário, o tempo do profissional bibliotecário e comunicar uma biblioteca viva, atuante, participativa.  O presente estudo faz uma revisão da literatura objetivando demonstrar a importância da Catalogação no âmbito das Cinco Leis da Biblioteconomia.
Publicado
2012-05-24
Como Citar
SAPIA, Márcia Regina Pereira; FARIAS, Henrique Cesar Ramos. A CATALOGAÇÃO NO ÂMBITO DAS CINCO LEIS DA BIBLIOTECONOMIA. Biblioteconomia, [S.l.], maio 2012. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/enebd2011/article/view/57>. Acesso em: 23 jan. 2018.
Seção
GT4 Temática Livre - ARTIGOS

Palavras-chave

Catalogação; Livro; Usuário