Protagonismo e lutas dos Mbyá Guarani no litoral paulista

retomada e autodemarcação da Terra Indígena Tekoá Mirim.

  • Fábio do Espírito Santo Martins Universidade Estadual Paulista - Unesp

Resumo

A presença contemporânea dos Mbyá Guarani no litoral do estado de SP enfatiza a necessidade de novas percepções sobre as relações entre eles e os não indígenas. Desta forma, este trabalho propõe evidenciar o processo de luta Mbyá no contexto da autodemarcação da TI Tekoá Mirim, localizada no interior do Parque Estadual da Serra do Mar, o que fez com que diferentes instâncias do Poder Público passassem a considerá-los invasores; além de corroborar para que a Secretaria Estadual do Meio Ambiente assumisse um posicionamento que considera a permanência Mbyá na Tekoá Mirim contrária ao “corpus” legal que legisla sobre a presença humana nas Unidades de Conservação, se iniciando deste modo, uma articulação político-administrativa para impossibilitar a continuidade dos indígenas no seu próprio território. Entretanto, os Mbyá sabem de seus direitos constitucionais e lutam para concretizá-los. Querem a acessibilidade plena a eles, e que se interrompa a opressão social, para que assim, se materializem melhores condições de criação e recriação de seu Nhanderekó; condição esta, que ampliaria as possibilidades à existência das futuras gerações, esta sim, a preocupação fundamental dos mais velhos.  

Publicado
2019-01-03
Como Citar
MARTINS, Fábio do Espírito Santo. Protagonismo e lutas dos Mbyá Guarani no litoral paulista. Educamazônia - Educação, Sociedade e Meio Ambiente, [S.l.], v. 21, n. 2, Jul-Dez, p. 47-63, jan. 2019. ISSN 2358-1468. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/educamazonia/article/view/5094>. Acesso em: 21 mar. 2019.
Seção
Artigos