UM CAMPO DE RELACIONAMENTOS: POVOS TRADICIONAIS EM MOVIMENTO

  • Jordeanes do Nascimento Araújo Universidade Federal do Amazonas - UFAM
  • Suellen Andrade Barroso Universidade Federal do Amazonas - UFAM

Resumo

Todo ser humano é um nexo singular de crescimento criativo dentro de um campo de relacionamentos, no qual se desdobra continuamente. Este processo nada mais é que um movimento no transcurso de um caminho, um lugar ao longo de inúmeras trilhas, linhas que se abrem para outras trilhas. A primazia do movimento, em um mundo entrecruzado por diversas relações que vão das alianças às rivalidades, está em fluxo contínuo, uma vez que os seres que dele participam seguem variados caminhos. Cotejando com Tim Ingold, “tão logo uma pessoa se move, ele ou ela tornase uma linha. As pessoas são conhecidas e reconhecidas pelas trilhas que deixam atrás de si”. Os seres humanos e não humanos não ocupam simplesmente o mundo, eles “o habitam e ao fazê-lo – costurando seus próprios caminhos através da malha – contribuem para sua trama em constante evolução” (2015:121).  O resultado disso, o entrelaçamento, é a textura do mundo. 

Publicado
2019-01-03
Como Citar
ARAÚJO, Jordeanes do Nascimento; BARROSO, Suellen Andrade. UM CAMPO DE RELACIONAMENTOS: POVOS TRADICIONAIS EM MOVIMENTO. Educamazônia - Educação, Sociedade e Meio Ambiente, [S.l.], v. 21, n. 2, Jul-Dez, p. 7-11, jan. 2019. ISSN 2358-1468. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/educamazonia/article/view/5090>. Acesso em: 21 mar. 2019.
Seção
Apresentação