SUSTENTABILIDADE NA AQUICULTURA: DIMENSÕES SOCIAL, ECONÔMICA E AMBIENTAL – UMA REVISÃO DE LITERATURA

  • Wellington Luiz Melo Silva Universidade Federal do Amazonas – UFAM
  • José Cezar Frozzi Universidade Federal do Amazonas – UFAM
  • Julimar Silva Fonseca Universidade Federal do Amazonas – UFAM
  • Aline Lessa Souza Universidade Federal do Amazonas – UFAM
  • Jacilma Siqueira Pinho Salvador Universidade Federal do Amazonas – UFAM
  • Patrício Neto Teles Ribeiro Universidade Federal do Amazonas – UFAM
  • Milton César Costa Campos Universidade Federal do Amazonas – UFAM

Resumo

O termo sustentabilidade vem ganhando notoriedade atualmente devido aos grandes impactos ambientais que as atividades humanas causaram no decorrer dos anos, principalmente levando-se em consideração o aumento populacional exponencial em relação as décadas passadas e a maior necessidade da produção de alimentos para suprir esta crescente demanda. Desta forma, estudos e pesquisas sobre a produção de alimentos de forma sustentável vem ganhando força no decorrer dos anos, dando enfoque principalmente às dimensões social, econômica e ambiental da sustentabilidade, que vêm para conscientizar os produtores e garantir que as atividades humanas de produção minimizem os impactos ambientais e promovam uma melhor qualidade de vida para a geração atual e futura, quanto à utilização dos recursos ambientais do planeta. Dentre as várias atividades produtivas de alimentos que podem ser executadas de acordo com estas dimensões, a Aquicultura apresenta condições favoráveis, em seus meios de produção, a ser realizada de forma sustentável, sendo uma alternativa para combater uma possível escassez de alimentos no Planeta, tanto no presente quanto futuramente, assim como oferece condições para o desenvolvimento social e econômico para toda a comunidade da região aonde a mesma encontra-se desenvolvida.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

Mestrado do Curso de Pós-Graduação em Ciências Ambientais, IEAA/UFAM, Humaitá, Amazonas, Brasil. Avenida Circular Municipal, 1805, São Pedro, Humaitá – AM, CEP: 69800–000. E-mail: ieaa@ufam.edu.br.

##submission.authorWithAffiliation##

Mestrado do Curso de Pós-Graduação em Ciências Ambientais, IEAA/UFAM, Humaitá, Amazonas, Brasil. Avenida Circular Municipal, 1805, São Pedro, Humaitá – AM, CEP: 69800–000. E-mail: ieaa@ufam.edu.br.

##submission.authorWithAffiliation##

Mestrado do Curso de Pós-Graduação em Ciências Ambientais, IEAA/UFAM, Humaitá, Amazonas, Brasil. Avenida Circular Municipal, 1805, São Pedro, Humaitá – AM, CEP: 69800–000. E-mail: ieaa@ufam.edu.br.

##submission.authorWithAffiliation##

Mestranda do Curso de Pós-Graduação em Ciências Ambientais, IEAA/UFAM, Humaitá, Amazonas, Brasil. Avenida Circular Municipal, 1805, São Pedro, Humaitá – AM, CEP: 69800–000. E-mail: ieaa@ufam.edu.br.

##submission.authorWithAffiliation##

Mestranda do Curso de Pós-Graduação em Ciências Ambientais, IEAA/UFAM, Humaitá, Amazonas, Brasil. Avenida Circular Municipal, 1805, São Pedro, Humaitá – AM, CEP: 69800–000. E-mail: ieaa@ufam.edu.br.

##submission.authorWithAffiliation##

Mestrado do Curso de Pós-Graduação em Ciências Ambientais, IEAA/UFAM, Humaitá, Amazonas, Brasil. Avenida Circular Municipal, 1805, São Pedro, Humaitá – AM, CEP: 69800–000. E-mail: ieaa@ufam.edu.br.

##submission.authorWithAffiliation##

Engenheiro Agrônomo, Doutor em Agronomia (Ciência do Solo), Docente do PPGCA, IEAA/UFAM, Humaitá, Amazonas, Brasil. Avenida Circular Municipal, 1805, São Pedro, Humaitá – AM, CEP: 69800–000. E-mail: mcesarsolos@gmail.com.

Publicado
2018-06-29
Como Citar
SILVA, Wellington Luiz Melo et al. SUSTENTABILIDADE NA AQUICULTURA: DIMENSÕES SOCIAL, ECONÔMICA E AMBIENTAL – UMA REVISÃO DE LITERATURA. Educamazônia - Educação, Sociedade e Meio Ambiente, [S.l.], v. 20, n. 1, Jan-Jun, p. 87-108, jun. 2018. ISSN 2358-1468. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/educamazonia/article/view/4618>. Acesso em: 21 out. 2018.