PERCEPÇÃO DO DISCURSO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL

  • Sandra Snatos Costa
  • Alline Penha Pinto
  • Clarides Henrich Barba

Resumo

O presente artigo tem por objetivo demonstrar a percepção do discurso da Educação Ambiental, a divergência do sistema econômico capitalista e a influência do discurso na mídia, no governo e no mercado. A Pesquisa é bibliográfica e apresenta a Educação Ambiental na perspectiva marxista buscando apresentar as incoerências das exigências globais com o sistema econômico atual e a importância do repensar e discutir na escola uma ideologia que possa atender a finalidade da Educação Ambiental e no segundo momento discorre sobre o discurso capitalista e a Educação Ambiental que promove o incentivo ao consumo.

Biografia do Autor

Sandra Snatos Costa

Pedagoga do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas – Campus de Humaitá – AM, Mestranda no Programa de Mestrado Profissional em Educação Escolar na Universidade Federal de Rondônia, e-mail: costa.sandra2011@gmail.com

Alline Penha Pinto

Professora do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas – Campus de Humaitá – AM, Mestranda no Programa de Mestrado Profissional em Educação Escolar na Universidade Federal de Rondônia, email: allinepenhapinto@hotmail.com

Clarides Henrich Barba

Professor do Programa de Mestrado Profissional em Educação Escolar na Universidade Federal de Rondônia: clarides@unir.edu.br

Publicado
2018-06-27
Como Citar
COSTA, Sandra Snatos; PINTO, Alline Penha; BARBA, Clarides Henrich. PERCEPÇÃO DO DISCURSO DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Educamazônia - Educação, Sociedade e Meio Ambiente, [S.l.], v. 20, n. 1, Jan-Jun, p. 8-21, jun. 2018. ISSN 2358-1468. Disponível em: <http://periodicos.ufam.edu.br/educamazonia/article/view/4610>. Acesso em: 21 out. 2018.